Alagoas, 16 de setembro de 2021 23º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
PÃO DE AÇÚCAR

Irmão de menina que morreu após explosão de celular recebe alta

Bruno Fernandes

26/07/2021 16h04 - Atualizado em 26/07/2021 16h04

Irmã da criança faleceu ontem por complicações das queimaduras
Cortesia ao Jornal Extra de AlagoasIrmã da criança faleceu ontem por complicações das queimaduras

O Irmão da menina de 10 anos que morreu na manhã de ontem, 26, após explosão de celular recebeu alta nesta segunda-feira, 26, do Hospital de Emergência do Agreste, em Arapiraca.

Ele, que é da cidade de Pão de Açúcar, interior de Alagoas estava na enfermaria do hospital há 11 dias com ferimentos no rosto e queimaduras que se concentraram na perna e no braço esquerdos.

Sua irmã, G.S.J faleceu às 5h40 do domingo e foi sepultada na manhã desta segunda, 26, no povoado Santiago, em Pão de Açúcar. Amigos realizam uma campanha para arrecadar fundos com o objetivo de recuperar os móveis e eletrodomésticos atingidos pelo incêndio.

De acordo com relato de vizinhos, a menina antes de dormir teria colocado o celular para carregar, usando um fone de ouvido para ouvir músicas, adormecendo em seguida. Teria sido neste momento que o equipamento explodiu e começou a pegar fogo, atingindo a cama da criança.

O irmão, que também dormia ao lado, acordou assustado ao se deparar com as chamas que se espalharam rapidamente e atingiram alguns móveis. A explosão queimou as duas crianças.

Com os gritos, vizinhos acordaram e com o uso de martelos e foices conseguiram arrombar a porta e uma janela e salvarem as duas crianças, que com ferimentos pelo corpo e por terem inalado muita fumaça foram levadas inicialmente para a Unidade Mista Djalma Gonçalves dos Anjos, no Centro de Pão de Açúcar.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade