Alagoas, 26 de julho de 2021 23º min 26º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
ECONOMIA

JHC inaugura estande para potencializar artesanato em Shopping

Local é mais uma oportunidade para apresentar aos turistas que visitam Maceió a produção de bordado, filé e os encantos da capital

Secom Maceió

20/07/2021 17h05 - Atualizado em 20/07/2021 21h09

Estande no Parque Shopping é mais uma alternativa para comercialização para os artesãos maceioenses.
Edvan FerreiraEstande no Parque Shopping é mais uma alternativa para comercialização para os artesãos maceioenses.

O prefeito de Maceió, JHC, inaugurou, nesta terça-feira, 20, mais um espaço de exposição para os grupos de Economia Solidária cadastrados na Secretaria Municipal do Trabalho, Abastecimento e Economia Solidária (Semtabes). O novo estande passa a funcionar no Parque Shopping, em Cruz das Almas, parceiro do Município na iniciativa. O prefeito conversou com as artesãs e disse que este é um circuito do artesanato da terra que a gestão leva para locais estratégicos da cidade, onde há intensa circulação da população local e de turistas.

“Esses estandes são a oportunidade para quem nos visita, especialmente os turistas, de conhecerem o nosso artesanato, o nosso bordado, filé, contar um pouco mais da nossa história, da nossa cultura. Nós já estamos com dois pontos, sendo um deles no Maceió Shopping e agora aqui o Parque Shopping. Teremos um terceiro ponto no Pátio Shopping”, disse JHC.

O gestor falou ainda que com a retomada da economia, e a procura por Maceió como destino turístico, os pontos se tornam ainda mais importantes e devem ser ampliados para a forma on-line.

“A gente tem essa oportunidade também de inserir o nosso artesanato como forma geradora de emprego e renda, e tudo tem a ver com nossa cultura, com o nosso turismo, o desenvolvimento econômico. A ideia é que a gente leve esses pontos de exposição também para um ambiente digital. Já estamos estruturando uma espécie de loja on-line para onde você estiver no mundo, possa ter acesso a esses itens”, informou JHC.

O vice-prefeito Ronaldo Lessa destacou a importância do investimento em Economia Solidária e disse que os grupos cadastrados na Semtabes voltaram a conquistar espaços de exposições na cidade.

“Essas mulheres que trabalham com artesanato produzem a nossa cultura, através da Economia Solidária, e a Prefeitura está fazendo esse resgate. A retomada do espaço ajuda na geração de emprego para aqueles que vivem da atividade, garantindo mais visibilidade aos produtos ofertados”, afirmou Lessa.

O secretário municipal do Trabalho, Abastecimento e Economia Solidária, Carlos Ronalsa, informou que a Prefeitura está criando alternativas para os mais de mil artesãos existentes na cidade.

“Chegou a oportunidade agora com o apoio do prefeito JHC e da secretaria para que a gente possa mudar esse clima que existe de insatisfação dos artesãos por não terem espaço. Vamos trabalhar juntos e procurar novos parceiros para dar toda assistência a eles”, afirmou.

Cultura e arte

O espaço está localizado no piso L1 (próximo à entrada A) e abrirá de forma permanente no horário de funcionamento do shopping, onde serão comercializadas peças produzidas por 21 grupos de artesãos da capital, que têm no artesanato uma importante fonte de renda.

“Aproveitar o importante fluxo de visitantes do shopping para dar visibilidade à cultura e à produção dos artesãos locais é uma das premissas de nossa programação de eventos que sempre foi muito bem recebida pelo público”, afirma Fernanda Studart, gerente de marketing do Parque Shopping. “Estamos muito felizes por poder oferecer este novo espaço”, completa.

Momento ímpar

A artesã Maria das Graças Albuquerque disse que o espaço será importante como forma de divulgação do trabalho e oportunidade para vender os produtos, já que eles não têm loja. “É a realização da gente como artesão. Na quarentena nós trabalhamos muito em casa, aproveitamos o tempo para fazer cursos”, disse.

Para Marinete Alexandre Vasco, o momento é ímpar. “O artesanato estava precisando dessa oportunidade. Devido a pandemia, a gente estava tudo ocioso, sem ter onde comercializar. A gente tem que agradecer a todos que nos apoiaram. Se Deus quiser, vamos vender. Esse foi um espaço de conquista”, disse.

 

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade