Alagoas, 30 de julho de 2021 22º min 27º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
ARAPIRACA

Homens que sequestraram adolescente trabalhavam em frente à casa da vítima

Amigo da família foi o mentor intelectual do sequestro e iria pedir resgate

Bruno Fernandes e Arthur Fontes

17/06/2021 13h01 - Atualizado em 17/06/2021 15h03

Adolescente foi resgatada ainda durante a noite de ontem e reencontrou família
Cortesia ao Jornal Extra de AlagoasAdolescente foi resgatada ainda durante a noite de ontem e reencontrou família

A Secretaria de Segurança Pública de Alagoas confirmou nesta quinta-feira, 17, que o responsável por orquestrar o sequestro da adolescente Mariana Santos Da Silva, de 14 anos, em Arapiraca, identificado como Maurício Gordo, era amigo da família e utilizou da amizade para obter informações sobre a renda familiar das vítimas e planejar toda a ação.

Em entrevista coletiva realizada na sede da pasta estadual, o delegado Gustavo Xavier, da Divisão Especial de Investigações Criminais (Deic), afirmou que os criminosos estavam trabalhando em uma obra vizinha à casa de Mariana Santos e que foram contratados por Maurício.

"O Maurício estava fazendo uma obra em frente à casa da família e lá ele empregou dois serventes de pedreiro que também participaram do sequestro”, explicou Xavier, durante entrevista na Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Xavier informou, ainda que os bandidos já tinham passagem pela polícia e que, o mandante do sequestro, o Mauricio Gordo, já havia planejado o sequestro de outra pessoa na cidade de São Paulo.

"O Coroa,  do Gama Lins, já tinha passagem por roubo, homicídio e porte de arma. O Maurício, tinha ficha por receptação e tentativa de sequestro, e mais um outro tinha passagem por furto", concluiu Xavier.

Mentor do sequestro foi identificado como Maurício Gordo, era amigo da família

O delegado detalhou ainda que o objetivo inicial dos criminosos era pedir um valor em resgate pela adolescente, mas devido a repercussão do caso, que começou a ser divulgado poucos minutos após o sequestro, os criminosos resolveram deixar a adolescente próxima a uma Usina, em Campo Alegre.

O carro utilizado no sequestro foi apreendido no Conjunto Gama Lins, no bairro Cidade Universitária, em Maceió, onde dois homens envolvidos foram presos. O mandante do crime e mais dois suspeitos foram mortos em confronto com a polícia.

A forma como a polícia chegou ao local, no entanto, não foi detalhada “para que os criminosos não conheçam os nossos métodos”, disse o secretário, Alfredo Gaspar de Mendonça.

Entenda o caso

Os pais e a garota estavam chegando na residência em que moram no começo da tarde de ontem, 16, localizada no Loteamento Rosa Amélia, no bairro Verdes Campos, em Arapiraca, quando foram abordados pelos homens.

Os homens invadiram a residência, amarraram os adultos e levaram a adolescente. Parte da ação foi filmada por câmeras de residências próximas. Após sair da casa, os homens fugiram em um veículo Chevrolet modelo ônix de cor vermelha sentido rodovia. 

A adolescente foi encontrada por volta das 21h às margens da rodovia AL-220, próximo à Usina Porto Rico, em Campo Alegre, interior do estado, depois de ter sido abandonada pelos sequestradores.

Os homens foram localizados pouco tempo depois, e estavam armados. Houve uma troca de tiros e três criminosos foram mortos. Outros dois foram presos.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade