Alagoas, 20 de junho de 2021 23º min 26º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
MACEIÓ

TJ determina uso de tornozeleira por dono de hospital veterinário acusado de maus-tratos

Tamara Albuquerque

05/06/2021 08h08

Jairo Miranda responde na Justiça por mortes de animais em clínica veterinária
Reprodução TV GazetaJairo Miranda responde na Justiça por mortes de animais em clínica veterinária

Depois das denúncias de maus-tratos e negligência que provocaram a morte de alguns animais no Hospital Veterinário do Trabalhador, em Maceió, o Tribunal de Justiça de Alagoas determinou nesta sexta-feira que o proprietário do estabelecimento, Jairo Miranda, cumpra medidas cautelares, entre as quais o uso de tornozeleira.

O empresário foi indiciado após conclusão do inquérito pela Delegacia de Crimes Ambientais da Polícia Civil, entregue ao Ministério Público do Estado e encaminhado, posteriormente, ao Judiciário. Jairo Miranda também foi proibido de exercer a medicina veterinária ou qualquer função que lide com animais até que o Conselho da categoria dê um parecer definitivo sobre as acusações.

O hospital foi denunciado por tutores de animais, que denunciaram a mortes de cães após serem levados para tratamento na unidade. O proprietário negou todas as acusações. Com a determinação do Tribunal, Miranda está proibido de deixar o estado e deve comparecer à Justiça uma vez por mês. Também é obrigado a permanecer em casa no período de 18h às 7h.


Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade