Alagoas, 11 de maio de 2021 24º min 26º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
VACINA

Maceió antecipa vacinação para portadores de comorbidades

A vacinação está acontecendo das 9h às 16h

Igor Albuquerque - Estagiário sob supervisão

03/05/2021 18h06

Vacinação em Maceió
Ascom SMSVacinação em Maceió

Pessoas com comorbidades que têm 57 anos ou mais já podem se vacinar a partir desta segunda-feira, 3, contra a Covid-19 na capital. Já nesta terça-feira, 4, será a vez de quem tem 56 anos ou mais começar o ciclo da imunização. O anúncio foi feito pelo prefeito de Maceió, JHC, através de suas redes sociais.

A vacinação está acontecendo das 9h às 16h, nos oito pontos distribuídos pela cidade, que são os drive-thrus do estacionamento de Jaraguá e da Justiça Federal (Serraria) e os pontos fixos do Maceió Shopping (Mangabeiras), Pátio Shopping (Benedito Bentes), Praça Padre Cícero (Benedito Bentes), Praça do Terminal do Osman Loureiro, área externa do Ginásio Arivaldo Maia (Jacintinho) e Papódromo (Vergel do Lago).

 

A capital alagoana segue imunizando, também, trabalhadores de saúde com 34 anos ou mais e as pessoas com Síndrome de Down na faixa etária de 18 a 59 anos. Também continua acontecendo nos oito pontos de vacinação a aplicação da segunda dose do imunizante para aqueles que já estão na data agendada para esse recebimento.

“A semana começa com essa excelente notícia, da antecipação para pessoas com comorbidades. Dessa forma, ampliamos o contingente de maceioenses imunizados. Maceió segue avançando e mais pessoas serão atendidas nos próximos dias”, disse JHC.

Até domingo (2), 161.204 maceioenses tinham recebido a primeira dose da vacina contra o coronavírus. Destes, 84.902 já foram vacinados também com a segunda dose e concluíram seu esquema vacinal.

Comprovação

Para efeitos de comprovação da comorbidade alegada, o público-alvo deve apresentar, além de documento com foto e CPF, original e cópia de quaisquer dos seguintes documentos listados abaixo:

– Prescrição médica para a vacina contendo a condição que justifica a imunização;

– Exames específicos que estabelecem o diagnóstico;

– Relatório médico;

– Receitas para terapêutica específica de condições descritas;

– Cadastros em sistemas específicos do Sistema Único de Saúde.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade