Alagoas, 11 de maio de 2021 24º min 26º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
RIO LARGO

Polícia confirma envolvimento de três militares na execução de Kléber Malaquias

Um dos autores materiais do crime ainda estaria na ativa e foi preso ontem

Tâmara Albuquerque

22/04/2021 12h12 - Atualizado em 22/04/2021 13h01

Polícia confirma participação de militares no assassinato do empresário de Rio Largo
Fernando MatinsPolícia confirma participação de militares no assassinato do empresário de Rio Largo

A Polícia Civil confirmou nesta manhã (22) as informações divulgadas pela reportagem do EXTRA nesta quarta-feira (21) sobre o envolvimento de militares no assassinato do empresário Kléber Malaquias, ocorrido no ano passado no município de Rio Largo.

Em coletiva realizada hoje, o delegado Lucimério Campos, da especializada em homicídios, esclareceu que três integrantes da Polícia Militar de Alagoas, sendo um sargento na ativa, participaram como autores materiais do crime.

O delegado também deixou claro que o crime foi de mando e que a polícia não descarta a motivação política. Além disso, outra informação confirmada foi que os dois homens que acompanharam Kléber Malaquias até o Bar da Buchada, na Mata do Rolo, onde ele foi assassinado, passavam informações para os executores, que seguiam a vítima de perto em num veículo.

Esses dois homens atraíram Malaquias para a emboscada com o argumento de comprar um imóvel, já que a vítima também era corretor de imóvel. Como estava comemorando seu aniversário naquele dia, Malaquias convidou os dois para o almoço.Os autores materiais foram presos ontem (21) em operação que recebeu o nome de Sicários. Um deles, com participação confirmada, já estaria preso por ter se envolvido num outro crime de homicídio, ocorrido após a morte do empresário de Rio Largo. 

Os nomes dos presos não foram revelados em cumprimento ao que determina o vigente do Código Penal. O nome do mandante e a motivação do assassinato ainda não foram revelados, mas o delegado disse que no inquérito a polícia já tinha algumas informações a respeito.

Kléber Malaquias era um empresário conhecido na região de Rio Largo como uma pessoa polêmica por fazer denúncias sobre corrupção, envolvendo figuras importantes. Seu assassinato aconteceu em julho do ano passado. Ele foi morto com dois tiros, no abdome e na cabeça, ao entrar no banheiro do restaurante. Uma testemunha chegou a ver quando o assassino deixava o local e guardava a arma do crime na cintura, uma pistola de calibre 40.

O delegado também revelou que os dois homens que estavam acompanhando Kléber Malaquias simularam tentar  auxiliar à vítima quando o corpo foi descoberto. Um deles teria, inclusive, tirado a camisa para tentar estancar o sangue que corrida no tórax do empresário. 

Malaquias é autor de várias denúncias contra políticos alagoanos, a exemplo dos ex-prefeitos Toninho Lins (Rio Largo) e Cristiano Matheus (Marechal Deodoro) e de integrantes da Justiça estadual. Ele também auxiliou a Polícia Federal em investigações, fazendo delações sobre desvio de recursos públicos.




Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade