Alagoas, 16 de abril de 2021 24º min 27º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
ROCHA LIMA

Tenente-coronel é solto, após sete meses detido por suspeita de envolvimento em crime

Tamara Albuquerque

25/02/2021 15h03 - Atualizado em 25/02/2021 15h03

Tenente-coronel Rocha Lima foi libertado da prisão nesta tarde
DivulgaçãoTenente-coronel Rocha Lima foi libertado da prisão nesta tarde

A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Alagoas concedeu a liberdade do tenente-coronel Antônio Marcos da Rocha Lima, que deixou a cela no Batalhão de Radiopatrulha no início da tarde de hoje (25), em Maceió. O militar estava preso desde o mês de julho do ano passado sob acusação de envolvimento no assassinado de uma homem, ocorrido em 2019. A vítima foi Luciano de Albuquerque Cavalcante e a motivação do crime teria sido uma negociação não concluída de um terreno pertencente a e ele próprio.

A defesa do tenente-coronel informa que a Câmara Criminal teria concedido a libertação por maioria, entendendo que houve excesso na prisão do militar. O tenente-coronel é suspeito de ter fornecido as munições utilizadas no crime. Na época do assassinato Rocha Lima comandava o 8º Batalhão de Polícia Militar (8º BPM).

Luciano Cavalcante foi morto a tiros no conjunto Village Campestre II, na parte alta de Maceió. No inquérito, o Ministério Público denunciou que a vítima teria prometido vender o terreno ao PM aposentado José Gilberto, e depois que este havia gasto mais de R$ 3 mil com documentação, a negociação foi suspensa. A vítima não teria cumprido o combinado de ressarcir os gastos realizados pelo PM. De acordo com o MP-AL, os tiros que mataram Luciano foram deflagrados por pelo PM José Gilberto, pelo segurança particular Wagner Luiz e por Gilson Cavalcanti. Os três envolvidos, além do tenente-coronel,  foram denunciados por homicídio duplamente qualificado.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade