Alagoas, 28 de fevereiro de 2021 24º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
MACEIÓ

Prestador de serviço da Equatorial nega estupro: 'foi sexo consensual'

José Fernando Martins

22/02/2021 08h08 - Atualizado em 22/02/2021 08h08

Central de Flagrantes
DivulgaçãoCentral de Flagrantes

O prestador de serviço da Equatorial, acusado de estuprar uma mulher quando ele foi realizar o corte de energia em uma residência, disse que a relação sexual foi consensual. 

Mas, segundo a vítima da violência, o funcionário da concessionária entrou na casa dela e cometeu o crime após efetuar o serviço solicitado pela concessionária. 

O fato aconteceu na sexta-feira, 19,no Residencial Maceió I, na Cidade Universitária, em Maceió. Conforme a defesa do acusado, o homem estaria se sentido culpado por trair a esposa, já que o sexo teria sido consensual.

Em nota à imprensa, a Equatorial informou que "recebeu a comunicação através da empresa terceirizada e que está apurando a situação" e que "solicitou o afastamento dos colaboradores até que tudo seja esclarecido".

"A Equatorial não compactua com qualquer ato ilegal, tendo inclusive regras rígidas de comportamento para seus contratados terceirizados. Após a apuração a Equatorial tomará as medidas legais contra quem de direito", frisou.

O caso está sendo investigado pelo delegado Vinicius Ferrari, que ouviu a vítima na Central de Flagrantes. Exames médicos deverão comprovar o ato de violência. 

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade