Alagoas, 08 de março de 2021 24º min 30º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
FUNCIONÁRIOS PROTESTAM

Moradores da parte alta de Maceió estão sem coleta de lixo

Bruno Fernandes

21/01/2021 15h03 - Atualizado em 21/01/2021 18h06

Lixo está na calçada dos moradores da parte alta da cidade
Cortesia ao Jornal Extra de AlagoasLixo está na calçada dos moradores da parte alta da cidade

Moradores da parte alta de Maceió estão com as ruas tomadas por lixo desde o início da semana. A suspensão da coleta acontece em meio ao início do verão, quando os casos de dengue aumentam consideravelmente na capital.

Bairros como Benedito Bentes, Tabuleiro Novo e Clima Bom estão sem recolhimento devido ao atraso de dois meses no salário dos funcionários da Via Ambiental, empresa contratada pela prefeitura para realizar a coleta.

Durante a manhã desta quinta-feira, os funcionários realizaram um protesto na sede da empresa, no bairro do Tabuleiro do Martins. O protesto teve início por volta das 6h, e, segundo os manifestantes, 300 pessoas estavam no local, entre garis, motoristas e técnicos.

Eles bloquearam a via nas imediações do viaduto da antiga sede da Policia Rodoviária Federal, o que congestionou o trânsito até Satuba, região metropolitana de Maceió. A via foi desbloqueada às 10h30.

No começo do mês, o prefeito chegou a notificar a empresa para que a coleta de lixo fosse normalizada em Maceió, após a mesma ser vítima de um calote da antiga gestão.

Vale ressaltar que o crescimento da circulação do mosquito Aedes aegypti e das doenças associadas a ele (chamadas de arboviroses urbanas), como dengue, zika e chikungunya são causadas principalmente por acúmulo de lixo e água parada.

O EXTRA tentou contato com a assessoria de imprensa da empresa, mas não obteve retorno até o fechamento desta matéria. A Prefeitura de Maceió informou através da Superintendência Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Sudes) que os problemas de coleta domiciliar já foram identificados e a empresa responsável foi notificada para que o serviço volte à normalidade.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade