Alagoas, 16 de janeiro de 2021 24º min 29º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
DADOS DO IBGE

Setor de serviços avança 8,7% em Alagoas, mas não retoma as perdas da pandemia

Bruno Fernandes com IBGE

13/01/2021 15h03

Setor de serviços registrou mais uma alta no último levantamento realizado pelo IBGE
Agência BrasilSetor de serviços registrou mais uma alta no último levantamento realizado pelo IBGE

O setor de serviços cresceu cerca de 8,7% durante os meses de outubro e novembro de 2020, de acordo com dados da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) divulgada nesta quarta-feira, 13, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A mesma pesquisa revelou que anteriormente, os avanços haviam sido de 7,2% e 4,5% nos meses de setembro e outubro, respectivamente. Se comparado ao mesmo periodo de 2019, houve um recuo de 5,8%

No acumulado em 2020, frente a igual período do ano anterior, a queda no volume de serviços foi de 17,7%. Em doze meses, o volume de serviços caiu 16,7%.

Seguindo os passos de Alagoas, o setor de serviços nacional registrou o sexto mês seguido de ganhos no volume em novembro, mas caminhou para o final de 2020 ainda sem conseguir retornar aos níveis pré-pandemia.

Assim com Alagoas, na comparação com novembro de 2019, houve queda de 4,8% no volume de serviços no Brasil, e o setor acumula ainda entre janeiro e novembro perdas de 8,3% frente a igual período de 2019.

Divulgada todos os meses, a PMS abrange cinco grupamentos de atividades da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE 2.0): serviços prestados às famílias (como alojamento e alimentação), serviços de informação e comunicação, serviços profissionais, administrativos e complementares, transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio e outros serviços.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade