Alagoas, 16 de janeiro de 2021 24º min 29º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
BARRA DE SÃO MIGUEL

Ex-prefeito Zezeco nega envolvimento no Caso Henri Castelli

José Fernando Martins

13/01/2021 08h08 - Atualizado em 13/01/2021 09h09

Zezeco, ex-prefeito da Barra de São Miguel
Foto: AssessoriaZezeco, ex-prefeito da Barra de São Miguel

José Medeiros, o Zezeco, que na data da agressão contra o ator Henri Castelli era prefeito de Barra de São Miguel, usou as redes sociais ontem, 12, para negar qualquer envolvimento no caso. 

Ele confirmou que conhece ambas as partes envolvidas e que repudia qualquer ato de violência. Também negou que estaria dificultando disponibilizar as imagens das câmeras do local onde as agressões ocorreram.

"Nosso sistema não estava funcionando. Jamais ordenaria aos seguranças para não separarem uma briga, seja ela qual for. No momento do ocorrido, eu não estava próximo e não pude presenciar os detalhes", disse. 

A agressão aconteceu no dia 30 de dezembro em evento festivo de virada organizado na marina do ex-prefeito.

Violência

Uma testemunha contou à imprensa como teria acontecido a agressão. "O dono do Marina (Zezeco) tinha pedido ao Henri para quando ele fosse lá, postasse no Instagram, para ajudar a divulgar. Na hora que a gente chegou, Henri foi lá, filmou o cantor tocando, postou e ficou mexendo no celular. De repente, o segurança do Carlinhos Maia, que estava com a gente, veio, e falou: pega o Henri, pega o Henri, e separamos a briga. Os agressores têm barco na Marina e são as pessoas mais ricas de lá. Eles estavam acompanhados do prefeito Zezeco".

Os nomes dos supostos agressores são: Guilherme Aciolly, Humberto Vilar, André Vilar e Bernardo Malta de Amorim.  (Com Extra Rio)

Postagem de Zezeco

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade