Alagoas, 28 de janeiro de 2021 24º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
NOVE MESES

Número de assassinatos em Alagoas cresce 11,09% este ano

Levantamento aponta Maceió como cidade com maior número de casos

Redação com BR104

24/11/2020 15h03 - Atualizado em 24/11/2020 15h03

Em relação ao ano passado, casos de assassinatos em Alagoas cresce 11,09%
Agência BrasilEm relação ao ano passado, casos de assassinatos em Alagoas cresce 11,09%

Alagoas teve uma alta de 11,09% nos Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI) nos primeiros nove meses deste ano em comparação com o mesmo período do ano passado. É o que mostra dados oficiais da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-AL). 

Segundo levantamento promovido por Portal BR104, nos nove meses deste ano foram contabilizadas 871 mortes violentas, sendo que no ano passado o registrou foi de 784. Ou seja, mais 87 pessoas foram vítimas de homicídio no estado. Os dados mostram ainda que fevereiro foi o mês com mais violência com 139 assassinatos.

O levantamento mostra que Maceió é a cidade com a maior quantidade de Crimes Violentos Letais Intencionais no período. De acordo com a SSP, houve 259 mortes violentas no primeiro trimestre de 2020. No mesmo período do ano passado, foram contabilizadas 219.

Além disso, a alta de mortes neste ano interrompe uma tendência de queda no Brasil nos últimos anos. Tanto 2018 quanto 2019 tiveram recorde de baixas nos assassinatos. No ano passado, por exemplo, a queda chegou a 19%, e o número total de vítimas foi o menor desde 2007.

O Nordeste, que teve queda dos últimos anos, foi o responsável por puxar a alta nos primeiros nove meses de 2020. É a única região com aumento nos assassinatos. Esse tipo de crime na região cresceu 19% nos nove meses deste ano. Já no Norte, Centro-Oeste, Sul e Sudeste o número de homicídios foi menor na comparação com o ano passado.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade