Alagoas, 25 de novembro de 2020 24º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
RIO LARGO

Fabricante gaúcha de produtos com coco abrirá nova unidade em Alagoas

Qualicoco anuncia investimentos de até R$ 30 milhões para expandir produção

Tamara Albuquerque com assessoria

19/11/2020 15h03 - Atualizado em 19/11/2020 15h03

Rio Largo, região Metropolitana de Maceió
DivulgaçãoRio Largo, região Metropolitana de Maceió

A Qualicoco, empresa gaúcha que há dois anos abriu uma unidade fabril em Rio Largo anuncia que vai investir até R$ 30 milhões em 2021 para triplicar a capacidade de produção no município alagoano. A empresa usa como matéria-prima o coro, típico do Nordeste, e produz derivados da fruta. Isso significa abertura de postos de trabalho e aquecimento da economia local. Uma nova unidade será implantada no município. 

Segundo o diretor comercial e de operações da Qualicoco, Litiéri Gomes, o plano de expansão foi acelerado durante a pandemia, já que a meta de faturamento para este ano foi ultrapassada.

"Inicialmente, trazíamos a matéria-prima para o Estado, mas não conseguíamos aproveitar a fruta completamente, não usávamos para fabricar leite e água de coco, porque logística é complexa. A expansão da fábrica do Nordeste é para aproveitar melhor a matéria-prima. Estamos planejando há dois anos, desde que chegamos a Alagoas, mas a pandemia acelerou o processo.

O executivo diz que no início no ano, a empresa projetava ampliar o faturamento em 35% em comparação com o ano passado, mas ultrapassou a marca e já aumentou em 40% os rendimentos. Para o ano que vem, a meta é faturar 45% a mais do que 2020. A expansão da fábrica em Rio Largo se dará por etapas sendo que a primeira delas contempla a inauguração de uma unidade fabril de 8 mil metros quadrados.

Segundo Gomes, além de se "aproximar" da matéria-prima, a empresa projeta aumentar o número de produtos de fabricação própria. Hoje, a água de coco que vende é terceirizada. "Terceiramos todo o processo. Um dos nossos projetos, com a expansão, é desenvolver o produto em 'casa', já que tem um grande potencial para exportação. Além disso, também queremos incluir no nosso portfólio os chips de coco que vendemos".


Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade