Alagoas, 27 de novembro de 2020 24º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
NATURAL DE PIRANHAS

Modelo alagoana resgatada em favela do Rio decide se tratar em casa

Bruno Fernandes

06/11/2020 17h05

Eloisa esteve internada no Instituto Municipal Philippe Pinel, no Rio
ReproduçãoEloisa esteve internada no Instituto Municipal Philippe Pinel, no Rio

A modelo Eloisa Pinto Fontes, de 26 anos, que foi resgatada de uma favela carioca há cerca de um mês, recusou uma nova internação e decidiu continuar a recuperação em casa. Eloisa estava há 22 dias no Instituto Municipal Philippe Pinel, em Botafogo, na Zona Sul do Rio de Janeiro e recebeu alta do tratamento.

Ela retornou com a mãe para a cidade natal, Piranhas, no interior do Alagoas. Ela continuará recebendo a visita de uma equipe de assistência social e de um psiquiatra.

"Eloisa passou por nossa equipe de triagem, com psicólogos e assistentes sociais, por consulta com psiquiatra, e todo o processo inicial. Mas, por fim, ela preferiu passar um período com a família e não ir para comunidade acolhedora", disse a assessoria do projeto Anjos da Paz à imprensa.

Ainda de acordo com o instituto, "cabe à pessoa querer ir ou não. Neste momento, ela preferiu ficar com a família. Mas está bem e seguimos acompanhando ela e dando suporte no que for necessário".

Caso Eloisa queira voltar ficar internada, ela será encaminhada ao Centro de Acolhimento de Dependentes Químicos da cidade de Santana do Ipanema, em Alagoas.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade