Alagoas, 23 de novembro de 2020 24º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
MASSA FALIDA

Usina Coruripe e prefeito são acusados de invasão de terras

Omissão de Lindoso como administrador judicial teria gerado prejuízo de R$ 219,6 milhões

Redação

23/10/2020 08h08

Joaquim Beltrão, prefeito de Coruripe
DivulgaçãoJoaquim Beltrão, prefeito de Coruripe

A novela Massa Falida da Laginha não para de surpreender. A cada capítulo uma nova revelação sobre o jogo de interesses em meio ao processo falimentar bilionário. Desta vez, a novidade envolve o nome do prefeito de Coruripe, Joaquim Beltrão, também representante do Comitê de Credores (quirografários) no processo falimentar. Ele estaria por trás das invasões de terras da Usina Guaxuma, localizada no município. 

Na quarta-feira, 21, o escritório de Advocacia Flávio Moura Sociedade de Advogados (FMSA) denunciou o caso ao juiz da 1ª Vara Cível da Comarca de Coruripe pedindo providências urgentes. 

José Luiz Lindoso, ex-administrador judicial
José Luiz Lindoso, ex-administrador judicial

“Chegou ao conhecimento do falido que diversas terras da Usina Guaxuma encontram-se invadidas e, sendo supostamente exploradas pela Usina Coruripe que, segundo apurado, vem realizando atividades produtivas no cultivo e moagem de cana-de-açúcar nas terras sem qualquer autorização que se tenha conhecimento ou, contrapartida em prol dos interesses da massa falida”, denunciou ao magistrado. 

Conforme o escritório de advocacia, tal situação é resultado “da inércia do administrador judicial provisoriamente afastado” se referindo ao advogado pernambucano José Luiz Lindoso.

Confira na íntegra no EXTRA ALAGOAS que já está nas bancas!

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade