Alagoas, 24 de novembro de 2020 24º min 27º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
TRAIPU

Prefeitura gasta R$ 2,5 mi em combustível mesmo com ônibus escolares parados

Transporte de alunos é a principal despesa da prefeitura que mesmo assim não apresentou redução nos gastos

Bruno Fernandes com agências

20/10/2020 14h02 - Atualizado em 20/10/2020 16h04

Principal despesa com combustível, ônibus escolares estão parados
DivulgaçãoPrincipal despesa com combustível, ônibus escolares estão parados

A Prefeitura de Traipu gastou R$352.667,17 em combustível para ônibus escolares e veículos da Secretaria Municipal de Educação (Semed) de janeiro a outubro de 2020. Chama atenção para o gasto, o fato de que as aulas estão suspensas em toda Alagoas desde março, por meio de decreto estadual, devido a pandemia do novo coronavírus.

Apesar dos ônibus escolares serem o principal gasto com abastecimento e estarem parados nas garagens, de janeiro a setembro deste ano, foram gastos mais de R$ 2,5 milhões em combustível pela gestão. O número representa quase R$ 400 mil a mais do que no ano passado, quando tudo funcionava normalmente.

De acordo com dados presentes no Portal da Transparência do próprio município, durante o mês de agosto, em plena pandemia, o valor reservado para gastos com combustíveis da Semed chegou a R$13.835,84. No mês anterior, em julho o valor foi praticamente o mesmo: R$13.085,53.

Em 2019, com os ônibus escolares sendo utilizados diariamente, a Prefeitura empenhou R$ 100 mil em setembro. Nesse ano, com os ônibus na garagem, o valor empenhado foi de mais de R$ R$12.965,87. Porém, apenas a Secretaria Municipal de Administração gastou R$202.109,01.

Em todo o ano, houve aula apenas no mês de fevereiro. Mesmo excluindo o principal gasto com o consumo de combustível, nos meses seguintes a despesa com combustível pela prefeitura continuou aumentando. No total, foram pagos R$ 2.505.183,86 para o fornecedor Autopel – Auto Posto Progresso LTDA, contratado pela prefeitura. Em 2019, esse valor foi de R$ 2.135.588,24.

Para se ter uma ideia do gasto abusivo, com a gasolina a R$ 4,90, daria para comprar mais de 510 mil litros de gasolina neste ano. Utilizando um carro popular, seria possível dar 178 voltas na Terra.

A reportagem tenta contato com a assessoria da Prefeitura de Traipu. O EXTRA está à disposição da prefeitura para esclarecimentos.

 



Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade