Alagoas, 26 de setembro de 2020 23º min 27º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
R$ 8 BILHÕES

Despesa com afundamento de bairros já chega à metade do valor da Braskem

Valor de mercado da petroquímica está avaliado em R$ 17,5 bilhões

Reuters

15/09/2020 15h03 - Atualizado em 15/09/2020 16h04

Braskem está localizada no Pontal da Barra
Foto: DivulgaçãoBraskem está localizada no Pontal da Barra

A expectativa de custo adicional da Braskem com as consequências do crime ambiental que está causando afundamento dos bairros do Pinheiro, Mutange, Bom Parto e Bebedouro, em Maceió já eleva as despesas totais ligadas ao evento para cerca de metade do valor de mercado da petroquímica.

A Braskem anunciou nesta terça-feira, 15, que estima gastar 3,3 bilhões de reais a mais para implementar medidas ligadas ao afundamento e rachaduras de solo em Maceió após conclusão de estudos técnicos independentes.

Somando-se a mais recente previsão ao cerca de 5 bilhões de reais já anunciados pela empresa neste ano, os gastos totais estimados para remediar os efeitos do incidente superam 8 bilhões de reais, quase metade do valor de mercado atual da Braskem, de 17,5 bilhões de reais.

Segundo analistas, o anúncio desta manhã deve ampliar o receio dos investidores em relação à companhia, cujas atividades de extração de sal-gema foram apontada por autoridades públicas como responsáveis pelo afundamento de solo na capital alagoana, que afetou mais de nove mil casas.

“Isso deve contribuir para aumentar a percepção de risco em relação ao investimentos na Braskem”, afirmou em relatório a equipe do BTG Pactual.

Além do caso em Alagoas, a gigante petroquímica controlada pela Odebrecht e pela Petrobras enfrenta processos movidos por acionistas nos Estados Unidos, que pedem indenização alegando que a empresa omitiu informações sobre os riscos de suas atividades em Maceió, cuja divulgação posterior derrubou ainda mais as ações da Braskem, que já perderam metade do valor desde março de 2018, quando o incidente ocorreu.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade