Alagoas, 27 de setembro de 2020 23º min 27º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
EM AGOSTO

Solicitação do seguro-desemprego cai em Alagoas

Tâmara Albuquerque com assessoria

11/09/2020 08h08

Número de trabalhador formal demitido que requereu o seguro é menor que no ano passado
Agência BrasilNúmero de trabalhador formal demitido que requereu o seguro é menor que no ano passado

O número de trabalhador formal que foi demitido em Alagoas e requereu o seguro-desemprego no mês de agosto registrou queda em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados da Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia não apontam o motivo da queda. Foram requeridos 3.521 seguros-desemprego no mês passado, contra 5.075 em 2019. Ainda assim, o montante é maior que o benefício solicitado nos estados de Sergipe, Rondônia, Piauí, Tocantins, Acre, Amapá e Roraima.

Em nível nacional foram 463.835 requerimentos de seguro-desemprego, na modalidade trabalhador formal. O número também representa uma queda de 18,2% na comparação com o mesmo mês do ano passado, em que foram contabilizados 567.069 requerimentos.

O levantamento foi divulgado pelo ministério considera os atendimentos presenciais – nas unidades do Sistema Nacional de Emprego (Sine) e das Superintendências Regionais do Trabalho – e os requerimentos virtuais.

Do total de pedidos feitos em agosto deste ano, 297.188 (64,1%) foram realizados via web, seja por meio do portal gov.br ou por meio da Carteira de Trabalho Digital. Os três estados com maior número de requerimentos foram São Paulo (138.397), Minas Gerais (51.200) e Rio de Janeiro (37.348).

Sobre o perfil dos solicitantes, 40,1% são mulheres e 59,9% homens. A faixa etária que concentrou a maior proporção de requerentes foi de 30 a 39 anos, com 33%. Em termos de escolaridade, 59,2% têm ensino médio completo.

Em relação aos setores econômicos, os pedidos estiveram distribuídos entre serviços (43,2%), comércio (26,4%), indústria (14,7%), construção (9,7%) e agropecuária (4,8%).

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade