Alagoas, 20 de outubro de 2020 24º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
educação

Retorno de aulas presenciais ainda é controverso em Alagoas

Redação com Agência Brasil

08/09/2020 08h08 - Atualizado em 08/09/2020 08h08

Em Alagoas, aulas só online
© Marcelo Camargo/Agência BrasilEm Alagoas, aulas só online

A Agência Brasil, site porta-voz do governo brasileiro, fez um balanço de como estão as voltas às aulas nos estados devido os perigos da covid-19. A página virtual evidenciou a situação de Alagoas. Veja aqui

“O estado de Alagoas avançou na reabertura econômica e as regiões do Médio e Alto Sertão Alagoano, que estavam classificadas com Bandeira Laranja na atualização anterior, agora avançaram para a amarela, cor que abrange todas as regiões do estado”, informou.

A capital Maceió segue na bandeira azul, de acordo com a classificação divulgada no dia 24. Na Fase Amarela as atividades religiosas podem ampliar para 60% a capacidade de público; ficam liberadas as lojas de rua com mais de 400 metros quadrados, shoppings centers, galerias e centros comerciais; os bares e restaurantes podem atender com 50% da capacidade; o transporte intermunicipal, receptivo e turístico com 50%; e academias também com redução de 50% da capacidade de lotação.

Na Fase Azul, é permitido lotação de 75% da capacidade de público em bares e restaurante e nas instituições religiosas. Os clubes podem reabrir com 50% da capacidade de público.

A última fase, de cor verde, ainda não foi atingida por nenhum município alagoano, e permitirá a volta das instituições de ensino em geral, das aulas presenciais na rede pública e privada de ensino, o trabalho presencial no serviço público e as atividades de cinemas, teatro, museu e eventos sociais. 

O governo anunciou que está estudando com os setores da educação e da cultura a volta gradual das atividades.

Brasil

As aulas continuam suspensas, sem prazo para retorno em estados como Roraima, Bahia, Alagoas, Paraíba, Rio Grande do Norte, Sergipe, Paraná e Santa Catarina. No Maranhão, o governo promoveu uma consulta sobre o tema, mas ainda não divulgou os resultados. No Piauí, o governo iniciou um debate com a comunidade sobre a volta do 3º ano do ensino médio.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade