Alagoas, 03 de agosto de 2020 23º min 26º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
ALERTA

Frio pode agravar os sintomas das alergias respiratórias

Ascom Hospital Universitário

08/07/2020 11h11 - Atualizado em 08/07/2020 11h11

Especialista do HU alerta a sociedade no dia Mundial da Alergia
DivulgaçãoEspecialista do HU alerta a sociedade no dia Mundial da Alergia

Com a estação do ano marcada por temperaturas mais baixas, o grupo da população que possui rinite ou asma, por exemplo, pode sentir que os sintomas dessas alergias respiratórias são intensificados nos períodos mais frios. Iramirton Moreira, alergista e imunologista do Hospital da Universidade de Alagoas (HU-Ufal), instituição gerenciada pela rede Ebserh, afirma que, no inverno, as pessoas que possuem alergia respiratória devem tomar cuidados redobrados, para evitar o surgimento de novas infecções. “Dentre outras orientações, é importante ter cuidado com a limpeza do ambiente, utilizar roupas quentes e evitar lugares frios”, frisa o médico.

As alergias, como uma defesa exagerada do próprio organismo a determinadas substâncias, são manifestadas também na pele, como a dermatite utópica; ou provocam sensibilidade na ingestão de determinados alimentos. No Brasil, ovos, leites e frutos do mar estão na lista dos alimentos que apresentam mais reações alérgicas. O diagnóstico para identificação de algum tipo de alergia é realizado através do histórico clínico do paciente e por testes e exames de sangue específicos.

A predisposição genética é um fator agravante para o surgimento dessas doenças, que podem aparecer em qualquer momento da vida. Embora não tenha cura para todos os casos, as alergias podem ser controladas, através de medicamentos e imunoterapia, tratamento que altera o sistema imunológico do paciente. O Hospital Universitário possui o Ambulatório de Alergias, para acompanhamento de adultos e crianças.

08 de julho – Dia Mundial da Alergia


A data, criada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), tem o intuito de alertar a população sobre a importância de ter conhecimento sobre as alergias e as suas gravidades

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade