Alagoas, 10 de agosto de 2020 23º min 26º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
COVID-19

Famílias de presos cobram retorno de visitas aos presídios

José Fernando Martins

08/07/2020 08h08 - Atualizado em 13/07/2020 17h05

Presidiários durante troca de celas
Agência AlagoasPresidiários durante troca de celas

Familiares reclamam da falta de informação sobre parentes que estão presos no Sistema Prisional de Alagoas. A estudante de direito, Juliana Freitas, por exemplo, não consegue falar com o marido - nem via carta - há quatro meses. Isso se deve a uma medida do governo do estado para prevenção e combate à covid-19 dentro dos presídios. 

Porém, segundo Juliana, o contato seria aumentado com a flexibilização do distanciamento social em Maceió, o que ainda não aconteceu. Sendo assim, famílias de presos pretendem se reunir nesta quarta-feira, 8, no Palácio República dos Palmares, para tentar um encontro com o governador Renan Filho. O corte na comunicação também teria elevado a tensão dentro dos presídios, o que pode culminar em rebeliões.

Leia mais

'Sistema prisional está perto de colapsar', diz sindicato após tentativa de fuga de presos

"Em nota os agentes já disseram que pode haver um colapso a qualquer momento. Estamos esperando a Seris [Secretaria de Estado de Ressocialização e Inclusão Social] cumprir um cronograma para visitas. Não estamos podendo levar nem feiras aos detentos", denunciou a universitária.

"Nós estamos desesperados por causa da situação que estamos vivendo, no pavor e no medo de que a qualquer momento aconteça uma rebelião no sistema prisional", disse ao EXTRA. A comunicação entre presos e familiares seria por meio dos advogados, porém, denunciantes informaram que até esse contato está sendo realizado de forma restrita. 

Outro lado

Segundo a Seris, a pasta reafirma seu compromisso com a segurança da sociedade alagoana, reconhecendo, continuamente, a importância da atividade exercida pelos policiais penas. "Do mesmo modo, sustenta a necessidade de incremento de efetivo para a manutenção da ordem e disciplina no sistema prisional, sobretudo em meio à pandemia de covid-19, a fim de preservar a saúde de servidores, reeducandos e visitantes.

A Seris também informou já ter adotado providências no sentido de encaminhar a demanda relativa aos policiais penais, intercedendo junto à Procuradoria Geral do Estado (PGE), Secretaria da Fazenda (Sefaz) e Secretaria do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag) para solucionar o impasse em tempo hábil, em virtude, principalmente, da natureza imprescindível do trabalho desenvolvido pela categoria.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade