Alagoas, 07 de agosto de 2020 23º min 26º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
meio ambiente

MP investiga pedido de construtora para desmatar Mata Atlântica

Prefeitura de Maceió tem 10 dias para esclarecer autorização de supressão de vegetação

José Fernando Martins

06/07/2020 09h09 - Atualizado em 06/07/2020 09h09

Trecho de Mata Atlântica na Cruz das Almas
GoogleTrecho de Mata Atlântica na Cruz das Almas

O pedido de supressão de área verde realizado pela construtora Resulta Investimentos foi parar no Ministério Público do Estado (MPE). 

A vegetação em questão, localizada entre o Supermercado G Barbosa e o Parque Shopping, na Cruz das Almas, em Maceió, trata-se de uma remanescência do bioma Mata Atlântica.  

Segundo publicado no Diário Oficial do MPE, nesta segunda-feira, 6, foram solicitadas à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente (Sedet) informações acerca de possível concessão de autorização de supressão de vegetação na área. 

A pasta deverá responder o órgão fiscalizador no prazo de dez dias. Os documentos farão parte de Procedimento Preparatório de Inquérito Civil instaurado na 4ª Promotoria de Justiça da Capital. 

"Essa vegetação é objeto de especial preservação, por estar inserida no domínio da Mata Atlântica, patrimônio nacional, possuindo uma biota rica e diversificada, bem como a preocupação da sociedade civil com o estado de degradação em que se encontra a Reserva da Biosfera da Mata Atlântica", finalizou o promotor Alberto Fonseca. 

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade