Alagoas, 03 de julho de 2020 22º min 27º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
JUSTIÇA

Polícia Civil prende homicida foragido de Alagoas há 17 anos

PC/AL

26/06/2020 15h03

Idoso foi localizado em Minas Gerais, após trabalho de inteligência
DivulgaçãoIdoso foi localizado em Minas Gerais, após trabalho de inteligência

Policiais civis da Delegacia Regional de Delmiro Gouveia e da Gerência de Polícia Judiciária da Região realizaram investigação que levou à prisão de um homem foragido há 17 anos da Polícia Civil e do Poder Judiciário do Estado de Alagoas.

O suspeito pelo homicídio que matou Pedro Lourenço da Silva, conhecido como “Pedro Curador”, a golpes de faca, no dia 13 de março de 2003, em Delmiro, estava residindo no município de Belo Horizonte, em Minas Gerais.

Atualmente com 72 anos e após passar 17 anos impune, o suspeito foi identificado e localizado através de um trabalho de inteligência da Polícia Civil de Alagoas desenvolvido na Delegacia Regional de Delmiro Gouveia e coordenado pelos delegados Daniel Mayer, titular da 1ª DRP, Carlos Reis, gerente da Gerência de Polícia Judiciária da Área 4 (DPPJ-4), e pelo Chefe de Inteligência da 1ª DRP, agente Cyro Jorge.

A prisão aconteceu após troca de informações entre a Inteligência do Alto Sertão, da Polícia Civil de Alagoas, e Delegacia Especializada Antissequestro da Polícia Civil de Minas Gerais.

O acusado foi localizado e preso no município de Belo Horizonte-MG e está à disposição da Justiça alagoana.O delegado regional de Delmiro Gouveia enalteceu o apoio do delegado-geral Paulo Cerqueira, e do gerente do DPJ-4, Carlos Reis, pois ambos têm proporcionado e incentivado o desenvolvimento de ações de combate à criminalidade no Alto Sertão de Alagoas.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade