Alagoas, 03 de julho de 2020 22º min 27º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
CAMPANHA

Cobertura vacinal contra Febre Aftosa ainda é irrisória em Alagoas

: Levantamento aponta 8,64% dos rebanhos bovino e bubalino imunizados. Ausência da declaração contribui para baixa estatística

Tamara Albuquerque

21/06/2020 08h08 - Atualizado em 21/06/2020 09h09

Vacinação de bois e búfalos contra a Febre Aftosa será encerrada no próximo dia 30
Agência AlagoasVacinação de bois e búfalos contra a Febre Aftosa será encerrada no próximo dia 30

A vacinação contra a Febre Aftosa nos rebanhos bovino e bubalino será encerrada em Alagoas no próximo dia 30. Mas, faltando apenas 11 dias para o prazo final, o índice vacinal ainda é baixo: apenas 8,64%, segundo levantamento do último dia 12 realizado pela Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (Adeal). O estado registra atualmente 1,1 milhão de animais em aproximadamente 32 mil propriedades. A baixa cobertura vacinal, entretanto, pode ser resultado do pequeno número de declaração de vacinação, que deve ser realizada obrigatoriamente pelos criadores para alimentar as estatísticas no órgão estadual.

O levantamento mais recente da Adeal mostra que os municípios com maior percentual de vacinação, até 37% do público-alvo, são Minador do Negrão, Tanque D`Arca, Campo Alegre, Messias e Campestre. O assessor executivo da Defesa Agropecuária, Hedivardo Otoni da Costa, explica que, apesar de baixo, o gráfico da vacinação é ascendente, ou seja, demonstra tendência de subida, e não difere muito de igual período do ano passado. Mas, a crise sanitária da Covid-19 também tem sido um entrave para alguns criadores oficializarem a vacinação do rebanho.

A equipe técnica da Adeal tem usado a criatividade e parcerias para estimular tanto a proteção do rebanho contra a doença quanto a declaração de imunização. Otoni informa que até a última sexta-feira o número de doses da vacina comercializadas nas 64 revendas autorizadas no estado chegou a 300 mil, mas apenas 100 foram declaradas. Com as medidas de isolamento social para frear a disseminação do novo Coronavírus, a declaração poderá ser feita até 31 de agosto e forma online no site da Adeal (defesaagropecuária.al.gov.br), pelo Whatsapp (3515-2730) ou em um dos 15 escritórios da Adeal no interior, com agendamento. Em 2019, o estado vacinou 96,5% do rebanho contra a Febre Aftosa.

A maior preocupação do técnico é vacinar e declarar a vacinação nas pequenas propriedades, especialmente nas regiões do Sertão e Agreste do estado. Muitos desses produtores não têm acesso aos meios virtuais e são idosos, considerados em situação de risco para agravamento da Convid-19. Para facilitar o trabalho nessas propriedades e reduzir a necessidade do atendimento presencial, a Adeal tem contado com a parceria de cooperativas locais, sindicatos rurais e até as próprias revendas das vacinas. Alagoas é considerada livre da febre aftosa com vacinação pela Organização Mundial de Saúde Animal.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade