Alagoas, 06 de julho de 2020 23º min 27º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
ECONOMIA

Empresários já contrataram R$ 13 mi em linhas de crédito contra Covid-19

Recursos são administrados pelo Ministério do Desenvolvimento Regional

Bruno Fernandes

05/06/2020 14h02 - Atualizado em 05/06/2020 14h02

Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho
Agência BrasilMinistro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho

Pequenos empreendedores em atividades urbanas em Alagoas contrataram, até o final de maio, R$ 13,8 milhões das linhas emergenciais de crédito dos Fundos Constitucionais de Financiamento. A iniciativa do governo federal foi criada em meados de abril para mitigar os impactos econômicos da pandemia de Covid-19.

Os recursos são administrados pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), comandado pelo ministro Rogério Marinho, e concedidos por meio de bancos públicos: Banco do Nordeste e Banco da Amazônia. São R$ 3 bilhões destinados aos estados nordestinos, enquanto outros R$ 2 bilhões atendem o Norte.

"O volume de recursos contratados até agora reforça a importância de apoio ao setor produtivo, justamente para que a economia regional e, por consequência, a do país, tenham fôlego para superar a adversidade”, afirmou o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, em entrevista ao jornal Folha de Pernambuco.

Na região Norte e Nordeste, o montante chegou a R$ 433,6 milhões sendo em sua absoluta maioria, contratações feitas pela modalidade ‘Capital de Giro’, que assegura até R$ 100 mil por beneficiário.

Foram contratados R$ 335,8 milhões no Nordeste, o que representa 96,2% do total até agora. Já no Norte, os financiamentos nesta categoria somaram R$ 81,1 milhões, o equivalente a 96,8% do total disponibilizado pelo FNO.

O recurso pode ser utilizado em despesas de custeio, manutenção e formação de estoque e, ainda, para o pagamento de funcionários, contribuições e despesas diversas com risco de não serem honradas por conta da redução ou paralisação das atividades produtivas.

A outra linha especial é voltada a investimentos e oferece até R$ 200 mil por beneficiário. O empreendedor pode investir e, ao mesmo tempo, utilizar o recurso como capital de giro. No Nordeste, foram contratados R$ 13,1 milhões, enquanto outros R$ 3,5 milhões foram acessados no Norte.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade