Alagoas, 13 de julho de 2020 23º min 26º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
OPERAÇÃO

Filho do juiz Braga Neto é considerado foragido da Justiça

Advogados são acusados de facilitar a transferência de reeducandos

Bruno Fernandes

04/06/2020 15h03 - Atualizado em 04/06/2020 19h07

Juiz Braga Neto rebateu acusações feitas em 2017 pelo Sindapen
DivulgaçãoJuiz Braga Neto rebateu acusações feitas em 2017 pelo Sindapen

Hugo Soares Braga, filho do juiz José Braga Neto, que atua na Vara de Execuções Penais, passou a ser considerado foragido da Justiça nesta quinta-feira, 4. De acordo com informações da Polícia Civil, ele é acusado, junto a outras três pessoas, de integrar um esquema de transferência de presos em Alagoas.

O esquema facilitava a transferência de reeducandos do Presídio do Agreste para as demais unidades prisionais do estado, onde a vigilância é menos rígida, com muitos presos tendo acesso a aparelhos celulares, por exemplo.

As investigações foram iniciadas após provocação da 16ª Vara Criminal de Execuções Penais. Diversas pessoas já foram ouvidas, entre elas, reeducandos do sistema penitenciário alagoano, autoridades do judiciário e do sistema prisional.

Em 2017, o Sindicato dos Agentes Penitenciários de Alagoas (Sindapen/AL) denunciou a ligação do advogado Hugo Soares Braga, filho do juiz José Braga Neto, com integrantes de facções criminosas presos no estado.

Além de Hugo Soares Braga, já estão presos no Baldomero Cavalcanti, no bairro do Tabuleiro do Martins, em Maceió, os advogados Fidel Dias de Melo Gomes, Ruan Vinícius Gomes de Lima e Rossemy Alves Doso.

Todos foram alvos da operação "Bate e Volta", da Polícia Civil, desencadeada na manhã de quarta-feira, 3. Os cumprimentos dos mandados de prisão foram realizados pela Delegacia de Investigações e Capturas (Deic). A ação policial investigou crimes de extorsão, tráfico de influência e associação criminosa.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade