Alagoas, 03 de abril de 2020 26º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
ACUSADO DE IMPROBIDADE

Adiado julgamento do conselheiro do Tribunal de Contas Fernando Toledo

José Fernando Martins

13/03/2020 14h02

Fernando Toledo foi nomeado pelo então governador Téo Vilela
DivulgaçãoFernando Toledo foi nomeado pelo então governador Téo Vilela

Não foi desta vez que o conselheiro do Tribunal de Contas Fernando Toledo foi julgado por ação civil de improbidade administrativa.

O julgamento estava marcado para esta sexta-feira. A defesa de Toledo pediu o adiamento e o relator do processo Washington Luiz concedeu o pedido. 

No entanto, o conselheiro deverá ser julgado na próxima sessão da Secretaria Seção Especializada Cível, que deve ocorrer no dia 30 de março ou 6 de abril.

A denúncia do Ministério Público de Alagoas (MP-AL) acusa Toledo de gerar um rombo de quase R$ 53 mil aos cofres públicos quando ele era prefeito de Cajueiro.

Conforme denúncia do MP, ingressada em 2008, Toledo - como prefeito - teria fraudado duas licitações: para compra de material para o município e de um veículo para a prefeitura.

No primeiro caso, a venda foi feita por uma empresa que tinha como dono um laranja funcionário de propriedade pertence ao próprio Toledo. 

E o veículo era do filho dele.O ex-prefeito é pai do atual deputado estadual Bruno Toledo e marido de Lucila Toledo.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade