Alagoas, 29 de janeiro de 2020 26º min 29º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
LEI MARIA DA PENHA

Filho de Ronaldo Lessa é proibido de se aproximar da esposa

Nivaldo Lessa teria enforcado a vítima durante evento na Ufal

Bruno Fernandes

05/12/2019 18h06 - Atualizado em 05/12/2019 20h08

Ronaldo Lessa ao lado do seu filho, Nivaldo Lessa
DivulgaçãoRonaldo Lessa ao lado do seu filho, Nivaldo Lessa

A Justiça de Alagoas determinou que o filho do ex-governador Ronaldo Lessa (PDT), Nivaldo Lessa, mantenha distância de no mínimo 500 metros da esposa Rafaela Lessa. A decisão foi publicada na quarta-feira, 3.

A medida protetiva assinada pelo juiz Paulo Zacarias é em face da tentativa de homicídio e lesão corporal ocorrida na madrugada de sábado, 31. Rafaela Lessa foi inclusa no programa de proteção da Patrulha Maria da Penha.

De acordo com a advogada da vítima, Júlia Nunes, o crime aconteceu na Universidade Federal de Alagoas (Ufal) quando a esposa recebeu a informação de que Nivaldo estaria embriagado importunando outras mulheres.

“Ao ir de encontro com ele, ela tomou a chave do carro já que ele estava embriagado. Nisso, ele avançou nela e a enforcou até desmaiar. Um homem, que estava próximo, viu a situação e conseguiu separar os dois”, contou a defensora.

As agressões só teriam parado quando outras pessoas que estavam no prédio da reitoria ouviram os pedidos de socorro. É o que também está registrado no boletim de ocorrência feito na mesma madrugada.

"A vítima falou: pense na nossa filha, não faça isso! Porém o autor disse 'porra de filha', em seguida tentou asfixiar a vítima com as próprias mãos", diz trecho da ação de medida protetiva ao qual o Extra teve acesso.

A decisão também determinou que fica proibido o contato direto ou por qualquer meio de comunicação com a vítima, seus familiares e testemunhas arroladas pela mesma. Além disso, Nivaldo está proibido de frequentar a residência da vítima.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade