Alagoas, 13 de dezembro de 2019 24º min 29º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
DESATIVAÇÃO DE POÇOS

Campo do CSA e Sinteal serão desocupados e indenizados pela Braskem

Bruno Fernandes

19/11/2019 14h02 - Atualizado em 19/11/2019 15h03

CT do CSA fica localizado próximo a antigo poço de extração da Braskem
DivulgaçãoCT do CSA fica localizado próximo a antigo poço de extração da Braskem

Um plano para evacuar aproximadamente 1500 pessoas do bairro do Mutange, em Maceió, foi entregue pela Braskem, na tarde desta terça-feira, 19, à Prefeitura de Maceió e à Justiça Federal.

O bairro, como Pinheiro e Bebedouro, sofre com rachaduras após um tremor de terra registrado em março do ano passado.

Em relatório do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), a extração do sal-gema pela Braskem é apontada como a causa da instabilidade no solo desses bairros.

A população atingida e que precisará deixar a região é aquela que circunvizinha o Centro de Treinamento do CSA, que também deverá ser desativado, assim como a sede do Sincanto dos Trabalhadores em Educação de Alagoas (Sinteal).

Mais cedo, durante reunião entre a Defensoria Pública e representantes da empresa, que faz parte do grupo Odebrecht, ficou acordado que a alternativa mais viável é direcionar os moradores para residenciais do programa Minha Casa, Minha Vida.

Apesar do plano, ainda não foi dado prazo para evacuação nem informado o local onde serão construídas as novas casas. Em contato com a assessoria do CSA, eles afirmaram que ainda não foram notificados.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade