Alagoas, 25 de agosto de 2019 23º min 25º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
pagamentos

STF julga se gratificação aos servidores da ALE é constitucional

STF

14/08/2019 13h01

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Nesta quarta-feira, 14, o Supremo Tribunal Federal (STF) irá analisar a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 4941 de autoria do Governo do Estado de Alagoas que questiona o pagamento da Gratificação de Dedicação Excepcional aos servidores da Assembleia Legislativa.

Na ação ajuizada pelo governador Renan Filho argumenta que “a inconstitucionalidade se justifica pelo uso do subsídio como objeto de incidência do percentual de Gratificação de Dedicação Excepcional dos servidores da Assembleia Legislativa”.

Além disso, o governador argumenta que “a Constituição Federal veda o acréscimo de qualquer gratificação, adicional, abono, prêmio, verba de representação ou outra espécie remuneratória aos subsídios”.

Na discussão de hoje, o STF vai saber se servidores da Assembleia Legislativa de Alagoas remunerados por subsídio têm direito à Gratificação de Dedicação Excepcional (GDE).

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir 16.1k
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade