Alagoas, 16 de outubro de 2021 25º min 29º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
TRANSPORTE ESCOLAR

Polícia Militar atira contra estudantes durante protesto em Arapiraca

Disparos de bala de borracha aconteceram para conter manifestantes alterados, segundo PM

Bruno Fernandes

08/08/2019 14h02 - Atualizado em 08/08/2019 15h03

Protesto aconteceu na noite de ontem, 7, no Centro de Arapiraca
CortesiaProtesto aconteceu na noite de ontem, 7, no Centro de Arapiraca

Policiais do 3º Batalhão da Polícia Militar efetuaram disparos de bala de borracha contra alunos da rede estadual de ensino de Arapiraca que protestavam pelas ruas do Centro de Arapiraca, na noite dessa quarta-feira, 7.

Segundo informações do portal Diário de Arapiraca, os jovens questionavam o pagamento atrasado dos motoristas da rede estadual que ameaçam deixar de realizar o transporte na cidade.

O motivo para os disparos, segundo a assessoria do 3º Batalhão da Polícia Militar, era porque os manifestantes estavam alterados e provocando balbúrdia.

"Claro que nem todos estavam ali para bagunçar, mas alguns foram provocar e acabaram tendo uma resposta à altura", afirmou a assessoria por meio de nota. 

Veja o vídeo gravado por uma pessoa que estava na Praça Marques:

Confira na integra a nota enviada pelo 3º BPM 

NOTA DE ESCLARECIMENTO

O comando do 3º Batalhão de Polícia Militar (BPM) vem por meio desta nota informar a sociedade arapiraquense que os fatos ocorridos na noite dessa quarta-feira (07/08) se deram em decorrência da infiltração de alguns indivíduos numa manifestação de estudantes que reivindicavam transporte escolar. Estas pessoas infiltradas começaram a praticar atos de vandalismo, ameaçando à ordem pública, chegando até a agredir um motociclista que passava pelo local, fato este que gerou ligações para o COPOM, solicitando a presença da polícia para controlar a situação. Ao chegar no local, a PM foi recebida de forma hostil por esse grupo, sendo necessária a utilização de uma ação de choque ligeiro para conter esses pseudos manifestantes, que buscavam apenas provocar desordens.

Vale ressaltar que a Polícia Militar agiu dentro da técnica protocolar, cercando-se de cautela, evitando assim qualquer tipo de dano aos verdadeiros estudantes.

O comando do 3º Batalhão se solidariza com os verdadeiros estudantes que no ato buscavam o seu legítimo direito, ficando à disposição da sociedade arapiraquense como de costume.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade