Alagoas, 17 de outubro de 2019 23º min 27º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
tragédia

MP pede prisão de proprietária de catamarã que naufragou em Maragogi

Redação

27/07/2019 17h05 - Atualizado em 27/07/2019 17h05

Corpo de Bombeiros foi acionado para a ocorrência
Foto: Corpo de BombeirosCorpo de Bombeiros foi acionado para a ocorrência

O Ministério Público de Alagoas (MP-AL) vai pedir a prisão dos proprietários do catamarã que naufragou na manhã deste sábado, 27, em Maragogi. O acidente matou duas idosas.

Segundo a promotora de justiça, Francisca Paula Santana, em 2014, um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) foi firmado com os empresários donos de catamarãs, lanchas, escunas, entre outros serviços. 

O TAC impedia a emissão de novos alvarás para a prática dessas atividades turísticas no município. 

Ainda conforme a promotora, no final da gestão do prefeito Marcos Madeira foi editado um decreto que permitia o aumento de embarcações. 

No entanto, o TAC voltou a ser praticado na atual gestão de Maragogi, comandada por Sérgio Lira. Porém, os proprietários ingressaram com mandado de segurança para continuar explorando o turismo local. 

"O mandado ficou com liminar até final do ano passado. Depois foi julgado e denegada a ordem. E os empresários não recorreram", explicou a promotora. 

Uma das notificadas para finalizar os passeios turísticos foi a empresária Simone Leite, que foi candidata a vereadora no município e é dona do catamarã que virou em alto mar. 

 "Liguei para a delegacia em plantão e orientei que requeressem a prisão preventiva dos culpados", informou. 

Denúncia

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente denunciou, em janeiro, que três proprietários estavam fazendo passeios clandestinos às piscinas naturais de Maragogi. 

Segundo o secretário Gabriel Vasconcelos os infratores tiveram alvarás cancelados. “As infrações são cometidas pelos catamarãs de Simone Valéria Furtado Leite e Amaro de Souza, além da lancha de Juliana Bezerra Fernandes da Silva”, disse Vasconcelos na ocasião.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade