Alagoas, 22 de julho de 2019 23º min 25º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
CONTRA REDUÇÃO SALARIAL

Greve dos jornalistas tem adesão de 90% dos profissionais em Alagoas

Tamara Albuquerque

25/06/2019 09h09 - Atualizado em 25/06/2019 09h09

Profissionais da Gazeta Fm de Arapiraca também aderiram à greve
CortesiaProfissionais da Gazeta Fm de Arapiraca também aderiram à greve

O balanço parcial da greve dos jornalistas de Alagoas, iniciada hoje pela manhã contra a proposta de redução em 40% do piso salarial, mostra que a adesão ao movimento está alta, mas ainda em crescimento. Na TV Pajuçara, por exemplo, a estimativa é de que 98% dos profissionais, em todas as funções, pararam as atividades. O cenário é semelhante em outras empresas, que estão preenchendo a programação com matérias antigas, produzidas há mais de um mês, como é o caso da TV Gazeta.

Nenhuma equipe externa de reportagem do Sistema Pajuçara saiu às ruas nesta manhã. As equipes internas, especialmente na produção, também cruzaram os braços para exigir uma negociação salarial decente.

O piso salarial dos jornalistas de Alagoas, hoje valendo R$ 3,6 mil, foi conquistado na luta, no embate, numa negociação dura sob uma legislação trabalhista arbitrária em plena ditadura militar, segundo os registros históricos da época.

Nos sites das empresas a situação é semelhante. A produção de matérias está escassa e os espaços estão sendo preenchidos com fatos que aconteceram no final da tarde de ontem, 24.

Em 1979, o Sindicato dos Jornalistas de Alagoas, sob a liderança de Dênis Agra e Freitas Neto, assinou na Delegacia Regional do Trabalho de Alagoas o primeiro Acordo Coletivo dos Jornalistas Profissionais do estado, retroativo a 1 de maio daquele ano. Essa conquista virou referência para outros estados e trabalhadores de outras profissões.

Os jornalistas em greve estão recebendo apoio de várias categorias de trabalhadores, que enxergam na proposta de redução salarial uma ameaça aos trabalhadores do País porque pode abrir um precedente muito grave.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir 15.5k
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade