Alagoas, 20 de agosto de 2019 23º min 26º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
MORDOMIA

Conselheiros do Tribunal de Contas ganham mais que ministros do STF

Redação

23/05/2019 16h04 - Atualizado em 23/05/2019 16h04

Conselheiros do Tribunal de Contas ganham mais que ministros do STF
Foto: Divulgação

Conselheiros do Tribunal de Contas de Alagoas (TC-AL) ganham mais que ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). É o que denuncia o Sindicato dos Trabalhadores do Tribunal de Contas de Alagoas (Sindicontas-AL).

Segundo a presidente da entidade, Ana Maria Gusmão, o conselheiro Anselmo Brito, por exemplo, recebeu como salário cerca de R$ 100 mil.

O fato é ilegal, uma vez que nenhum servidor público poderia ganhar mais que um ministro do Supremo, cujo teto salarial é R$ 39,2 mil.

Nesta quinta-feira, 23, o sindicato divulgou os salários de outros conselheiros: Maria Cleide Bezerra, R$ 50.284,52; Rodrigo Siqueira, R$ 61.315,09; e Rosa Albuquerque, R$ 46.791,41.

Até o conselheiro afastado do cargo, Cícero Amélio está mais “valorizado” que um ministro. Seu vencimento? A bagatela de R$ 37.962,00, sem precisar trabalhar.

“Fora isso tem a ajuda de custo de moradia com valores altíssimos pela cotação dos bairros nobre da cidade de Maceió. Ajuda de compras de medicamentos, passagens, gasolina e conta de dois celulares paga pelo duodécimo do Tribunal”, denunciou a sindicalista.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir 16k
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade