Alagoas, 18 de abril de 2019 24º min 29º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
ELETRICIDADE

Equatorial terá que apresentar plano de soluções para reduzir quedas de energia

Sofia Sepreny

15/04/2019 12h12 - Atualizado em 15/04/2019 13h01

Audiência pública para buscar soluções sobre o frequente número de quedas de energia em Alagoas
Foto: Sofia SeprenyAudiência pública para buscar soluções sobre o frequente número de quedas de energia em Alagoas

Em audiência pública realizada pelo Ministério Público do Estado (MPE-AL) nesta segunda-feira, 15, ficou determinado que a Equatorial Energia deve apresentar em 30 dias um plano de metas, investimentos e cumprimentos para solucionar os constantes registros de quedas de eletricidade em Alagoas. 

Representantes de diversos municípios do estado estiveram presentes para apresentar os problemas e as consequências que o déficit no fornecimento de energia tem causado. Ao ser questionada sobre a problemática e as possíveis ações para solucionar a questão, a empresa informou que ainda não tem uma plano definido nem um plano de metas.

De acordo com o procurador-geral de Justiça, Alfredo Gaspar de Mendonça, a prioridade, no momento, será o abastecimento de hospitais municipais e estaduais; escolas que ultimamente têm sido muito prejudicadas com a suspensão de aulas por falta de energia; e redes de distribuição d'água. 

"As respostas da empresa foram muito evasivas, não atenderam as solicitações do MP. A gente sai dessa audiência com essas três diretrizes. Não podemos ter milhares de alunos prejudicados como vem acontecendo. A empresa se prontificou a dar prioridades e prontas respostas para estas situações como esta", disse Gaspar.

Ainda segundo o procurador-geral, o MP ficou surpreso ao ver que a empresa não tinha planejamentos. "Vocês estão com muitas ideias boas, mas não me trouxeram nada de concreto para a população. O MP não está preocupado com quem assumiu ou quem deixou de assumir a gestão, nós estamos preocupados com a piora do serviço", pontuou.

O gerente de Relacionamento com o Cliente da Equatorial Energia, Carlos Morais, quando questionado sobre as constantes faltas de energia no último mês, alegou ser uma infeliz coincidência e que medidas estão sendo tomadas desde que a concessionária tomou a frente das redes de energias em Alagoas.

"Faz apenas um mês que assumimos e a empresa não foi encontrada em situação complicada apenas do ponto de vista financeiro, mas também estruturais. Sabíamos das questões na teoria, mas ao assumirmos e vermos tudo de perto constatamos a real dimensão. Faremos um plano de obras estruturantes para o fornecimento de energia e já temos um plano de manutenção de rotina acontecendo", explicou o gerente. 

O Ministério Público também pediu para que a empresa disponibilizasse uma equipe para que fique responsável pelo contato direto com as prefeituras. Estiveram na audiência representantes de Murici, Barra de São Miguel, Barra de Santo Antônio, Paripueira, Marechal Deodoro, Messias, Atalaia, Satuba, Pilar, Santa Luzia do Norte, Coqueiro Seco e Capela.

Consumidor

Diante das diversas reclamações e prejuízos constatados pelos consumidores, a Equatorial informou que as denúncias serão apuradas e caso comprovadas, os prejudicados serão ressarcidos. Para isso, o consumidor deve registrar formalmente a denúncia junto à empresa.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir 13.4k
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade