Alagoas, 22 de agosto de 2019 23º min 26º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA

Suspeito de ajudar a matar alagoana em São Paulo é solto

Decisão indignou os policiais que investigam o caso

Bruno Fernandes

12/04/2019 16h04 - Atualizado em 12/04/2019 17h05

Alagoana foi morta a tiros pelo marido
Foto: ReproduçãoAlagoana foi morta a tiros pelo marido

Um dos homens indiciados pela morte da alagoana Maria Elitácia dos Santos, 22, morta a tiros essa semana em São Paulo foi solto na quinta-feira, 11, após audiência de custódia.

A decisão de soltar o suspeito que foi indiciado pelo crime de feminicídio indignou os policiais que investigam o caso. Maria Elitácia deve ser enterrada na tarde deste sábado, 13, no cemitério municipal de Porto Calvo, sua cidade natal.

As investigações apontam que Elias teria ajudado na execução do crime e foi preso em flagrante dirigindo o veículo utilizado pelo ex-marido de Elitácia para ir ao encontro da vítima.

"O que estava pilotando saiu na audiência de custódia, infelizmente. Eu e os colegas estamos um pouco indignados com a soltura", disse o agente da Delegacia de Dumont (SP), Vinícius Monteiro.

O ex-marido de Maria Elitácia, Ewerton dos Santos Silva que também é alagoano foi indiciado por feminicídio e porte ilegal de arma de fogo. Ele foi flagrado em imagens executando a vítima.

O casal estava separado há cerca de um mês e a suspeita da polícia é que o homem tenha agido por não se conformar com o fim do relacionamento.

Segundo uma amiga da vítima, que prefere não se identificar, Maria Elitácia, o marido e os quatro filhos, com idades entre um e sete anos, se mudaram para Dumont há dois meses. 

Eles moravam no estado de Alagoas e buscavam emprego. O casamento, no entanto, havia acabado há um mês.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir 16k
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade