Alagoas, 18 de abril de 2019 24º min 29º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
no recife

Presos por assaltar apartamentos de luxo agiam em Alagoas

Com G1

11/02/2019 14h02

Polícia Civil apreendeu veículo e materiais roubados de apartamento de luxo em São José, no Centro do Recife — Foto: Polícia Civil/Divulgação
Polícia Civil apreendeu veículo e materiais roubados de apartamento de luxo em São José, no Centro do Recife — Foto: Polícia Civil/Divulgação

 A Polícia Civil prendeu cinco paulistas suspeitos de assaltar apartamentos de alto padrão em Recife, Pernambuco. Eles também chegaram a agir em Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte.  

Segundo a corporação, o grupo tinha preferência por residências de vítimas orientais, sobretudo chinesas, que vivem na cidade. Os detalhes do caso foram divulgados nesta segunda, 11. 

De acordo com o delegado titular de Boa Viagem, Ramon Teixeira, os homens atuavam desde outubro, com ações realizadas nos bairros de Boa Viagem e no Pina, na Zona Sul.  

“Eles preferiam agir durante o horário comercial, o que minimizava a chance de encontrar o morador no imóvel no momento do crime. Eles buscavam bens de valor elevado e dinheiro em espécie e contavam com a vulnerabilidade das próprias edificações”, afirma Teixeira. 

Depois de uma tentativa de roubo sem sucesso em Boa Viagem, o grupo – formado por jovens entre 19 e 23 anos – invadiu um apartamento em um prédio de luxo no bairro de São José, no Centro, de onde foi roubado um cofre. 

Na área, existem duas torres residenciais de alto padrão. Em alguns apartamentos vivem comerciantes chineses, que atuam na mesma região, no comércio popular de equipamentos eletrônicos. 

Durante a fuga para São Paulo, o grupo foi preso na sexta, 8, pela Polícia Civil após uma perseguição que terminou na cidade de Escada, na Zona da Mata. 

“Eles se recusaram a explicar como era o modo de agir, mas durante a nossa investigação ficou clara a predileção deles por vítimas de origem oriental, particularmente chinesa. Além de Pernambuco, também identificamos que eles chegaram a agir nos estados de Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte”, conta o delegado. 

O grupo foi encaminhado para o Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir 13.4k
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade