Alagoas, 18 de abril de 2019 24º min 29º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
PESQUISA

Geólogos iniciam nova etapa de estudos no Pinheiro

Novos métodos realizarão analises mais aprofundadas do solo

Bruno Fernandes

09/02/2019 14h02

Coletiva realizada na Sala de Reuniões da Prefeitura de Maceió - Foto: Bruno Fernandes
Coletiva realizada na Sala de Reuniões da Prefeitura de Maceió - Foto: Bruno Fernandes

Os pesquisadores do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), iniciaram neste sábado, 9, uma nova etapa dos estudos para identificar as causas do surgimento de fissuras no bairro do Pinheiro, em Maceió.

Equipes de especialistas em geologia, geofísica e da Defesa Civil Municipal iniciaram uma etapa que consiste em uma análise geofísica do subsolo. Eles investigarão até mil e quinhentos metros abaixo da terra, ultrapassando a camada de sal.

De acordo com o coordenador das pesquisas que buscam identificar as causas das fissuras no bairro, Thales Sampaio, a medição ocorrerá tanto no período diurno quanto noturno.

O pesquisador esclarece que até o momento, os estudos só teriam sido realizados até 100 metros de profundidade.

Os métodos desta nova etapa são mais sensíveis e específicos. Para a gravimetria será necessária interrupção de algumas vias.

Ele é definido pelo CPRM como um método não invasivo que estuda as variações da aceleração de gravidade ponto a ponto sobre a superfície terrestre. Esta técnica também é usada para verificar a densidade das rochas ou alvos de interesse.

Os pesquisadores ainda farão testes audiomagnetotelúrico, que usam diferentes métodos para obter informações das estruturas, como falhas, fraturas ou deslocamento e quebras. 

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir 13.4k
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade