Alagoas, 26 de maio de 2022 23º min 26º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
LIGAÇÕES PERIGOSAS

Washington Luiz passará mais 140 dias afastado

CNJ pede à PF áudio de conversa entre o ex-presidente do TJ e o desembargador Fernando Tourinho

Vera Alves

30/06/2017 12h12

O desembargador Washington Luiz - Assessoria
O desembargador Washington Luiz - Assessoria

Afastado há um ano, completado na quarta, 28, da presidência do Tribunal de Justiça de Alagoas e de suas funções jurisdicionais, o desembargador Washington Luiz Damasceno Freitas vai passar ao menos mais 140 dias nesta situação. 

A decisão é do conselheiro Arnaldo Hossepian, relator do procedimento de controle administrativo a que ele responde no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que trata das estreitas ligações entre o magistrado e o ex-prefeito de Marechal Deodoro, Cristiano Matheus da Silva e Souza.

Ex-genro de Washington Luiz, Matheus responde a várias ações de improbidade propostas pelo Ministério Público Estadual mas somente veio a ser afastado do cargo por decisão da Justiça Federal. No âmbito da estadual, ele teria sido “blindado” pelo ex-sogro. 

E é para apurar esta blindagem que o CNJ pediu à Polícia Federal em Alagoas a cópia de uma gravação contendo conversas entre Washington Luiz e o também desembargador Fernando Tourinho de Omena Souza.

Leia mais no jornal EXTRA nas bancas!

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade