Alagoas, 29 de novembro de 2021 26º min 32º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
REFORMA

Delegacia de Menores é fechada e polícia improvisa cela no 2º DP

06/08/2015 09h09

Delegacia de Menores é fechada e polícia improvisa cela no 2º DP

Após recomendação do Ministério Público (MP), com base na estrutura precária das celas, a Delegacia da Criança e do Adolescente (de Menores) não vai receber adolescentes infratores até que uma reforma no prédio seja feita pelo Estado. A carceragem foi improvisada no 2º Distrito Policial (DP) de Maceió, localizado no bairro de Jatiúca. Um laudo do Serviço de Engenharia do Estado de Alagoas (Serveal), solicitado pelo MP, já havia condenado o xadrez onde os menores ficavam. O teto corria risco de desabar.

O pedido para interdição e reforma imediata da delegacia especializada foi feito pelos promotores Alexsandra Buerlen, da 11ª Promotoria da Infância e Juventude, e Flávio Gomes da Costa, da 62ª Promotoria de Controle Externo da Atividade Policial.

De acordo com os representantes do MP, a carceragem estava em situação deplorável e a laje poderia cair sobre os adolescentes a qualquer momento. Como o Estado acatou a recomendação, não foi necessário o Ministério Público ingressar com uma ação civil pública na Justiça para forçar a reforma.

O delegado Alcides Andrade, responsável pelo 2º Distrito Policial (DP), informou que foi comunicado oficialmente, na semana passada, pelo delegado Cícero Lima, diretor da Polícia Judiciária Metropolitana, da decisão de fazer os reparos na Delegacia de menores e a mudança que seria feita até que a obra seja concluída. Na semana passada, seis menores foram levados para a cela improvisada do DP, mas já foram liberados por ordem judicial. Ontem, não havia infratores apreendidos.

Ainda de acordo com Alcides Andrade, a sala adaptada teve que ser desocupada (estava com inúmeras máquinas de caça-níqueis apreendidas durante operações). Além da grade, foi colocada uma chapa de aço para evitar mais exposição. Outro ambiente também será adequado para diferenciar as celas masculinas das femininas.

A decisão da mudança partiu da Delegacia Geral da Polícia Civil, que não divulgou o prazo para conclusão da reforma.

Fonte: GazetaWeb

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade