Alagoas, 29 de novembro de 2021 26º min 32º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
SECA

Alagoas recebe R$ 10 milhões para combater a seca

06/08/2015 09h09

Foi publicada no Diário Oficial da União (DOU), nesta quinta-feira (6), a autorização da última parcela do repasse financeiro de R$ 10 milhões para as ações de abastecimento provisório de água potável, por meio de caminhão pipa, em municípios afetados por seca ou estiagem em Alagoas. Em junho deste ano, o ministro da Integração, Gilberto Occhi e o governador Renan Filho (PMDB) assinaram um convênio de R$ 20 milhões, que foi dividido em duas parcelas.

Ao todo, 38 municípios em estado de emergência serão contemplados com os recursos liberados pelo governo federal. São eles: Água Branca, Arapiraca, Batalha, Belo Monte, Cacimbinhas, Canapi, Carneiros, Craíbas, Coité do Nóia, Delmiro Gouveia, Dois Riachos, Estrela de Alagoas, Girau do Ponciano, Inhapi, Igaci, Jacaré dos Homens, Jaramataia, Lagoa da Canoa, Major Isidoro, Maravilha, Mata Grande, Minador do Negrão, Monteirópolis, Olho D'Água das Flores, Olho D’Água do Casado, Olivença, Ouro Branco, Palestina, Palmeira dos Índios, Pão de Açúcar, Pariconha, Piranhas, Poço das Trincheiras, Quebrângulo, Santana do Ipanema, São José da Tapera, Senador Rui Palmeira e Traipu.

O dinheiro será repassado para a Defesa Civil Estadual, que ficará responsável pela distribuição para as coordenações municipais. O recurso garante a continuidade da Operação Pipa e a construção de poços e adutoras de engate rápido. Além de garantir que as ações devem ser implementadas no prazo de execução das obras e serviços de 180 dias.

Uma das obras importantes é a das estações da Casal, com o baixo nível do Rio São Francisco, a companhia vem enfrentando dificuldades para captar a água.

Fonte: GazetaWeb

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade