Alagoas, 28 de janeiro de 2022 24º min 31º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
Segurança

Força Nacional reforçará efetivo para proteger jogadores ganeses

10/06/2014 11h11

Força Nacional reforçará efetivo para proteger jogadores ganeses

A Força Nacional vai reforçar a segurança em Alagoas durante a estada da seleção de Gana, que chega a Maceió nesta quarta-feira (11). O efetivo fará a escolta da seleão, junto com agentes de segurança do Estado.

A determinação está publicada no Diário Oficial da União de hoje (10), e é válida também para o estado do Rio de Janeiro, que vai sediar a final do mundial.

“Considerando a manifestação expressa do Governador do Estado de Alagoas quanto ao emprego da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP), com o propósito de apoiar o governo do Estado de Alagoas em ações de escolta da seleção de Gana durante a Copa do Mundo FIFA 2014, conforme solicitação contida no ofício n.º 101.14.01.1 de 19 de maio de 2014 resolve: ART. 1º autorizar o emprego da Força Nacional de Segurança Pública, em caráter espisódico e planejado para atuar em ações de escolta do ônibus da Seleção de Gana”, diz um trecho do decreto.

Apesar do decreto, a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) nega que o reforço de segurança tenha sido solicitado e disse que se trata de uma operação normal. “Em todos os estados onde a Força Nacional atua, ela vai apoiar o esquema de segurança da Copa e aqui não seria diferente”, explicou a assessoria.

Os jogadores de Gana chegam amanhã (11) a Maceió, onde permanecerão sediados durante a competição.

A assessoria de comunicação da Seds informou que, inicialmente, o horário que estava previsto para a chegada da seleção era às 11h, mas que a delegação fez uma alteração desse horário e não informou ao estado a nova previsão para a chegada.

Gana vai estrear contra os Estados Unidos, na Arena das Dunas, em Natal, no domingo (15). Em Maceió, os ganeses ficarão hospedados em um hotel na Praia de Pajuçara e treinarão no Estádio Rei Pelé, que passou por melhorias para receber a seleção africana.

Mesmo com o reforço da segurança, a cúpula da segurança pública de Alagoas anunciou na semana passada que o Estado foi classificado pela Fifa com o nível mais baixo de segurança por não sediar nenhum jogo do mundial. Ainda assim, o comandante do CPC, coronel Paulo Lima Júnior, informou que mantém contato com polícias internacionais para evitar ataques terroristas.

“A seleção de Gana é um dos adversários dos Estados Unidos, e nós estamos atentos a isso em contato com a CIA, FBI, Interpol e Polícia Federal, mas não há nenhum alerta emitido para Alagoas. Ainda assim estamos fazendo a nossa parte para evitar transtornos”, garantiu o coronel.

 

 

 

Fonte: Portal TNH1

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade