Alagoas, 23 de janeiro de 2022 25º min 31º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
EM ALERTA

Chuva que cai desde a madrugada deixa bairros de Maceió ilhados

02/05/2014 08h08

Chuva que cai desde a madrugada deixa bairros de Maceió ilhados

Vários bairros de Maceió amanheceram debaixo d'água na manhã desta sexta-feira (2), depois que a chuva iniciada ainda na noite de ontem não deu trégua durante toda a madrugada. A Defesa Civil já foi acionada para atender ao bairro de Bebedouro que está em alerta máximo, depois que foi inundado pelo Riacho do Silva, que corta a região.

Santa Lúcia, Bebedouro, Levada e Benedito Bentes estão com suas principais ruas alagadas, enquanto o conjunto Eustáquio Gomes de Melo, na parte alta de Maceió, está ilhado e os moradores não conseguem deixar suas casas nem transitar com veículos pelo conjunto, devido ao grande volume de água.

Várias áreas de risco que já estavam sendo acompanhadas pela Defesa Civil entraram em estado de alerta máximo, segundo o coordenador do Centro de Gerenciamento de Emergência da Defesa Civil Municipal, Paulo Noronha.  Comunidades como a Grota do Cigano, Santa Rosa de Lima, Grota do Moreira, Grota das Piabas, Grotas do Pau d’Arco, Mutange, Cidade Sorriso II e Grota do Estrondo já receberam o mutirão da limpeza no intuito de minimizar riscos.

Um vídeo gravado por um internauta mostra as condições da Avenida Fernandes Lima, nas imediações do Cepa, logo no início da manhã, que dá uma ideia de como está o trânsito na região.

Árvores desabaram e várias ruas ficaram alagadas, entre elas um trecho da Avenida Fernandes Lima, próximo do elevado do Centro Educacional de Pesquisas Aplicadas (Cepa). A Defesa Civil Municipal orienta que as pessoas que moram em áreas de risco deixem suas casas e procurem abrigo em locais mais seguros, como a residência de parentes e amigos.

Além de uma casa de taipa que desabou no Conjunto Carminha, no Benedito Bentes, duas árvores tombaram na Rua Francisco de Menezes, nas proximidades da linha do trem, na Levada, e deslizamentos de barreiras foram registrados no Flexal de Cima, em Bebedouro.

O barro também voltou a ocupar a Avenida Pierre Chalita, no Barro Duro, colocando em risco a vida dos condutores que passam pelo local.

Por conta de todos os problemas registrados, o trânsito está complicado na capital desde as primeiras horas da manhã.

De acordo com Dinário Lemos, coordenador Estadual da Defesa Civil, as fortes chuvas que caem em Maceió já eram previstas e as equipes do órgão estão de plantão para atender a qualquer ocorrência.

 INTERIOR

No interior de Alagoas, a chuva é comemorada, mas também preocupa. Segundo moradores da região de Arapiraca, a região está com clima chuvoso desde o início da última quinta-feira.

Em Quebrangulo, também no Agreste, também há muita chuva e os moradores temem uma cheia do rio Mundaú, como a registrada em 2010.

As chuvas também provocam a falta de energia em várias localidades, a exemplo de Marechal Deodoro.

 

Fonte: Gazetaweb e TNH1

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade