Alagoas, 16 de setembro de 2021 23º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
Política

Policiais encerram Operação Padrão após aprovação de projeto na ALE-AL

Projeto trata do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) da categoria. Policiais Civis estavam em Operação Padrão desde o dia 7 de fevereiro.

G1 Alagoas

03/04/2014 11h11

Os deputados aprovaram, por unanimidade de votos, o projeto de lei que trata do Plano de Cargos, Carreira e Subsídios (PCCS) dos policiais civis de Alagoas, durante sessão realizada na tarde desta quarta-feira (2), na Assembleia Legislativa do Estado (ALE). Com a aprovação, a categoria encerra a Operação Padrão, que limitava as ações da polícia desde o dia 7 de fevereiro.

O texto altera a Lei Estadual nº 6.276, de 11 de outubro de 2001, que dispõe sobre as carreiras de agente de polícia e escrivão. Além disso, o salário dos policiais que se qualificarem para mudar de nível dentro da corporação sofrerá um reajuste médio de 22%.

A proposta do governo do Estado foi debatida, na noite de segunda-feira (1), pela categoria que decidiu que, se ele fosse aprovado, a operação seria encerrada. O projeto foi aprovado em duas sessões, uma ordinária e outra extraordinária, que aconteceram no mesmo dia, na Casa de Tavares Bastos.

Segundo o Sindicato dos Policiais civis de Alagoas (Sindpol), apesar de terem sido feitas algumas modificações, a proposta foi aceita. Segundo o diretor de planejamento do Sindpol, Stélio Pimentel Junior, disse que a maior conquista dos policiais civis é o PCCS. "Apesar da aprovação, não temos garantia de que o governo irá cumprir o compromisso. O projeto é cheio de falhas e está mal escrito. Nós vamos retomar as negociações com o próximo governador", conclui.

 

 

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade