Alagoas, 29 de novembro de 2021 26º min 32º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
Política

Número de emendas faz Câmara de Maceió adiar discussão da LOA

Foram sugeridas quase 150 emendas, diz presidente de Comissão. Sessões foram marcadas para segunda (27) e terça-feira (28)

Do G1 AL

22/01/2014 10h10

Número de emendas faz Câmara de Maceió adiar discussão da LOA

As sessões da Câmara Municipal de Maceió  convocadas para quarta (22) e quinta-feira (23), em que seria analisado o projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2014, foram adiadas para a próxima semana. O motivo é o número de sugestão de emendas ao texto original apresentadas à Casa de Mário Guimarães.

De acordo com o presidente da Comissão de Finanças, Orçamento e Fiscalização da Câmara, o vereador Zé Márcio (PROS), foram apresentadas mais emendas do que o esperado pela Casa. "Nós estimávamos que chegariam cerca de 60 emendas, mas vieram quase 150 propostas apresentas por vereadores e também pela população. Não conseguimos concluir a análise de todas, mas estamos dentro do prazo. Até o final da semana concluiremos os trabalhos".

A Comissão tem até a próxima sexta-feira (24) para analisar todas as propostas e publicar um parecer no Diário Oficial do Município. O projeto original, apresentado pelo Executivo, fixa o orçamento do Município em R$ 2,033 bilhões.

De acordo com a assessoria de Câmara de Vereadores, as sessões que darão continuidade às discussões da LOA devem acontecer na segunda (27) e terça-feira (28).

Primeira discussão
Na última quarta-feira (15), os vereadores abriram a segunda sessão da Primeira Discussão a respeito da LOA. No início da sessão, o presidente da Câmara, Chico Filho (PP) informou que cada vereador pode destinar até R$ 360 mil em emenda parlamentar para ações na capital.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade