Alagoas, 29 de novembro de 2020 24º min 28º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
Eleições 2020: jornal Extra e rádio Web Cidadania terão 10 horas de cobertura neste domingo.
Política

'Av. Pierre Chalita é descartável, choveu, joga fora', diz Rui Palmeira

Prefeito de Maceió afirma que erro da Pierre Chalita não se repetirá. Avenida Josefa de Mello terá 2,2 km

Do G1 AL

26/08/2013 10h10

'Av. Pierre Chalita é descartável, choveu, joga fora', diz Rui Palmeira

O prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSDB), classificou a Avenida Pierre Chalita, que liga bairros de Jacarecica, Serraria e Barro Duro, em Maceió, como descartável. "Choveu, joga fora", afirmou. Palmeira participou de uma vistoria, na manhã desta segunda-feira (26), às obras da Avenida Josefa de Mello, que ligará o bairro de Cruz das Almas à Avenida Juca Sampaio, no Barro Duro.

"Garanto que o erro na execução da Pierre Chalita não se repetirá na Avenida Josefa de Mello. A pista será entregue em dois meses", anunciou o prefeito, que estava acompanhado do secretário de Infraestrutura do município, Roberto Fernandes.

A obra, orçada em R$ 7 milhões, está sendo executada através de uma parceria entre a prefeitura, que entrou com R$ 3 milhões, e uma rede de supermercado que custeou o restante. São 2,2 km de pista, com 7,5 metros de largura, com canteiro central, calçada e ciclovia. A passagem de nível será entregue em 120 dias.

As obras, que tiveram o ritmo reduzido durante o período chuvoso, foram retomadas em sua totalidade na segunda quinzena de agosto. Os técnicos e máquinas estão na pista realizando as atividades de terraplanagem e retirada de lixo e entulhos naquela localidade. Além da terraplanagem, está sendo feito o serviço de sub-base e base.

Na prática, as máquinas estão limpando o terreno, colocando brita para depois aplicar o asfalto. Estas etapas são realizadas paulatinamente e já podem ser vistas pelos moradores daquela região, entretanto, é proibido passar com veículos.

Pierre Chalita

Questionado sobre a polêmica Avenida Pierre Chalita, que apresenta problemas de assoreamento, desabamento de encostas, alagamentos, e que está sob a mira do Ministério Público do Estado, Rui afirmou que a prefeitura também está apurando possíveis responsáveis pelos problemas.

"Ainda em janeiro a prefeitura havia notificado as empresas que estavam fazendo as irregularidades e uma nova documentação será entregue ao Ministério Público, para investigar sobre o possível culpado e se houve omissão", afirmou.

Em reunião no Ministério Público Estadual, na manhã da quinta-feira (22), advogados da empresa responsável pela construção da avenida afirmaram que a prefeitura sabia dos problemas no local.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade