Alagoas, 27 de setembro de 2020 23º min 27º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
Alagoas

Servidores da ALE terão 30% de reajuste salarial

Percentual acumulado de 2010 a 2014 será pago em quatro parcelas. Categoria se diz satisfeita e afirma que lutará por férias em atraso

Do G1 AL

21/08/2013 10h10

Servidores da ALE terão 30% de reajuste salarial

O salário dos servidores da Assembleia Legislativa Estadual de Alagoas (ALE) passará por um reajuste. O aumento de 30%, aprovado pelo presidente da Casa de Tavares Bastos, deputado Fernando Toledo (PSDB), e publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta-feira (21), será aplicado com base no percentual acumulado de 2010 a 2014.

De acordo com a publicação, o reajuste será efetuado em quatro parcelas, obedecendo critérios percentuais e de escalonamento. O primeiro será de 5%, referente ao mês de julho de 2013. O segundo, também de 5%, será em janeiro de 2014. Em julho do mesmo ano, será realizado um novo ajuste de 5% e, finalmente, em janeiro de 2015, mais um reajuste de 15%, aplicados sobre a tabela vigente em 31 de dezembro de 2014.

O aumento nos subsídios dos funcionários também terão efeito sobre aposentadorias e pensões de servidores inativos e pensionistas, respectivamente. Os recursos necessários para conceder o aumentos sairão do orçamento da ALE.

Categoria satisfeita
O presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Poder Legislativo de Alagoas (STPLAL), Luciano Vieira, afirmou que o reajuste é uma conquista da categoria. "O primeiro reajuste era para ter saído em julho, mas o governador tinha vetado e a ALE derrubou o veto dele, isso atrasou o processo, mas ontem finalmente foi publicado", afirmou

"É uma grande conquista da categoria, principalmente por essa gestão só estar há 4 meses à frente do sindicato. Essa conquista começa agora e só termina em 2015. Agora vamos nos empenhar para conseguir as outras demandas. Estamos sem receber 15 férias e com folha de salários em atraso", completou.

Nesta quarta-feira (21) começa o recadastramento dos servidores da ALE, a pedido do procurador do órgão.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade