Alagoas, 27 de outubro de 2020 24º min 29º máx
WhatsApp (82) 9.9982-0322
ECONOMIA

Alagoas é o estado que mais produz leite de vaca no Nordeste, diz IBGE

Bruno Fernandes

15/10/2020 16h04 - Atualizado em 15/10/2020 18h06

Produção de leite subiu em Alagoas, segundo dados do IBGE
Agência BrasilProdução de leite subiu em Alagoas, segundo dados do IBGE

Alagoas produziu mais de 603,8 milhões de litros de leite de vaca apenas no ano de 2019, segundo dados da Pesquisa da Pecuária Municipal (PPM), divulgada nesta quinta-feira (15) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

Com mais de 250 mil vacas leiteiras no estado, a quantidade representa uma produtividade anual de 2.410 litros por animal, a maior da Região Nordeste e superior à média observada para o Brasil (2.141 litros).

O leve aumento no número de animais e a melhora na produtividade levaram Alagoas a superar, em 2019, a produção do ano anterior. Em 2018, as 249,8 mil vacas ordenhadas produziram 587,3 milhões de litros de leite.

No Brasil, o volume de leite produzido em 2019 (34,8 bilhões de litros) foi o segundo maior da série iniciada em 1974, inferior apenas ao de 2014 (35,1 bilhões de litros). Frente a 2018, a produção nacional de leite cresceu 2,7%, enquanto o efetivo de vacas ordenhadas (16,3 milhões) caiu 0,5%, resultando numa produtividade de 2.141 litros de leite/vaca/ano.

O Sudeste voltou a ser o maior produtor, com alta de 4,4% no volume de leite e participação de 34,3% na produção nacional. Minas Gerais, com maior efetivo de vacas ordenhadas (3,1 milhões), teve, no ano, redução de 0,3% no total de animais. O Nordeste também foi destaque, com crescimento de 8,4%, maior aumento proporcional em nível regional.

No país, somente quatro estados registraram maior produtividade que Alagoas no ano de 2019: Santa Catarina (3.817 litros), Rio Grande do Sul (3.610 litros), Paraná (3.324 litros) e Minas Gerais (3.012 litros).

A média da Região Nordeste foi de 1.405, com Sergipe (2.253) e Pernambuco (2.212) completando a lista dos três primeiros. Do outro lado da ponta, o Maranhão (628) teve a menor produtividade.

Comentários
Curta o EXTRA no Facebook
Confira o nosso canal no YouTube
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Instagram Seguir </html>
Notamos que você possui
um ad-blocker ativo!

Produzir um conteúdo de qualidade exige recursos.

A publicidade é uma fonte importante de financiamento do nosso conteúdo.

Para continuar navegando, por favor desabilite seu bloqueador de anúncios.

publicidade