Acompanhe nas redes sociais:

22 de Novembro de 2017

Só no site :: Alagoas

14/11/2017 - 20:25:30

IML descarta caso de catalepsia em jovem de Rio Largo

Mãe de Débora Ísis Mendes, 18, não acredita na morte da filha

Da Redação
Corpo da jovem está sendo velado desde o começo da semana - Foto: José Feitosa

Está descartada a hipótese de catalepsia da jovem de Rio Largo, Débora Isis Mendes de Gouveia, de 18 anos.

A família já velava o corpo há três dias por suspeitar que a jovem ainda estivesse viva.

O perito Cléber Santana, do Instituto Médico Legal (IML), informou à imprensa local, que Débora Isis sofria de um fenômeno que retarda os sinais do óbito.

Uma necropsia servirá para determinar quando ela morreu, afastando também, a hipótese de que ela ainda esteja viva.

O corpo de Débora foi levado ao Serviço de Verificação de Óbitos (SVO), na manhã desta terça-feira, 14.

A determinação foi feita após familiares contestarem o laudo e declararem que existem casos de catalepsia na família (quando os batimentos cardíacos diminuem tanto ao ponto de confundir com a morte).

Segundo a mãe da jovem, o corpo não passou por autópsia.

A suposta morte de Débora aconteceu após apresentar um quadro de virose forte, na terça-feira, 7.

Depois de cinco dias internada no Hospital Geral do Estado (HGE), foi transferida para o Hospital Vida, teria falecido no último domingo.

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia