Acompanhe nas redes sociais:

22 de Novembro de 2017

Outras Edições

Edição nº 947 / 2017

14/11/2017 - 10:46:13

Livro sobre Cabo Henrique revela que matança poderia ter sido evitada

Por Maria Salésia

A saga das famílias Omena e Calheiros (que assina Cavalcante Lins) que teve início no final da década de 1970, após o pai do cabo Henrique ser assassinado por Ernesto Calheiros recebe releitura com o lançamento do livro “Um policial chamado cabo Henrique”.  

De autoria do sargento Elias Barboza, o ensaio jornalístico narra os fatos que marcaram as mortes do pai do cabo, do sargento Adrualdo Goulart, do advogado e jornalista Tobias Granja, de Ernesto e Paulo Calheiros, entre outros que ocorreram nos anos de 1970 e meados de 1980 no estado de Alagoas. 

No entanto, o autor revela que matança poderia ter sido evitada se governo da época, que controlava o sistema criminoso vigente, tivesse tomado providências para coibir tal prática criminosa.

E foi no jornalismo investigativo dos jornais impressos do estado que o autor da obra buscou ferramentas para após 40 anos trazer à tona uma história de pânico, mortes, comoção social e uma infinidade de sentimentos que ainda hoje povoam o imaginário de quem viveu aquela época ou ouviu falar. 

Leia mais no jornal EXTRA nas bancas!

Comentários

Curta no Facebook

Siga no Twitter

Jornal Extra nas redes sociais:
2i9multiagencia